5 de August de 2020

Na Cisco, black lives matter – ISTOÉ DINHEIRO

George Floyd (foto) logo vai virar adjetivo. “Esta empresa é Floyd” vai significar algo como esta companhia-se-importa-com-igualdades. Após o assassinato de George Floyd (dia 25 de maio) por um policial branco da polícia de Minneapolis (EUA), o CEO da Cisco, Chuck Robbins, conversou com o presidente da Ford Foundation, Darren Walker, que é negro, e Bryan Stevenson, advogado e autor negro que fundou a Equal Justice Initiative. O encontro virtal aconteceu diante de 30 mil funcionários – globalmente são mais de 75 mil. A agenda de conversas sobre racismo continuaram na sequência do mês. Aí vieram os comentários… “Vidas negras não importam, todas as vidas são importantes”, escreveu um funcionário. A ele se juntaram vários outros. A resposta da Cisco? Fired! Demissão neles. O número de cortes não foi revelado, mas a empresa admitiu “vários”. A Cisco é Floyd.

(Nota publicada na edição 1181 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ EUA fecham compra de todas vacinas contra covid-19 da Pfizer e BioNTech em 2020

+ Saiba por que as farmacêuticas vêm testar vacinas no Brasil

+ Namorada de Marco Verratti exibe fotos sensuais

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Auxílio emergencial: Caixa credita hoje parcela para nascidos em janeiro

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Article source: https://www.istoedinheiro.com.br/na-cisco-black-lives-matter/

Speak Your Mind

*