13 de November de 2019

OpenRoamming é aposta da Cisco para impulsionar uso do Wi-Fi 6

O Wi-Fi 6 é considerado pela Cisco como a maior evolução em wireless dos últimos dez anos. Ao mesmo tempo, reserva uma série de vantagens em relação à tecnologia Wi-Fi convencional. Construído nas mesmas bases do 5G, promete conexão até 40% mais rápida, a ponto de permitir aos usuários o streaming de vídeos em 8K, por exemplo. “Wi-Fi 6 já está à disposição, está pronto. E já temos clientes no Brasil”, adianta Marco Sena, diretor de Enterprise Networks da Cisco para América Latina, durante o evento Cisco Live, em Cancún (México).

O padrão foi lançado oficialmente pela Wi-Fi Alliance em setembro deste ano. Apesar dos preços dos equipamentos serem de 15% a 20% mais altos, segundo a Cisco, a mudança da rede convencional para este novo padrão pode ser vantajosa para quem está pensando em expandir sua rede agora. “A decisão depende do momento que a empresa está vivendo, mas quem está expandindo pode acabar optando por uma estrutura que traz mais benefícios e tem uma vida maior”, avalia Sena.

A grande aposta da Cisco para expandir o novo padrão de conexão é a tecnologia chamada OpenRoamming, já disponível, que conecta os dispositivos automaticamente às redes Wi-Fi 6, de forma semelhante ao que acontece hoje quando um smartphone chega a outro país e já reconhece a rede local, sem necessidade de qualquer ação do usuário.

Na prática, a tecnologia faz uma interconexão entre as diferentes redes, com autenticação automática. Para impulsionar este modelo, o objetivo da Cisco é trabalhar com os fabricantes e provedores de hotspots para fazer parcerias que permitam que esse tipo de conexão se torne realidade.

Quando o 5G estiver em uso no país, ao longo do dia a conexão do usuário vai variar entre Wi-Fi e a rede do pacote móvel. A ideia da Cisco é que as pessoas nem percebam essa mudança, e a experiência seja sempre a mesma, graças ao Wi-Fi 6. Segundo a empresa, o OpenRoaming não compartilhará nenhuma informação pessoal identificável com o proprietário da rede Wi-Fi, a menos que se permita.

Quais as vantagens reservam o OpenRoaming?

Para as empresas, a grande vantagem do OpenRoaming será a quantidade de dados que é possível reunir sobre como os clientes, por exemplo, passam tempo dentro de uma loja. Essas informações poderão ser aproveitadas para entender melhor os padrões dos consumidores e criar uma experiência de usuário aprimorada.

No entanto, para que o conceito do OpenRoamming entre efetivamente em prática, ainda é preciso aguardar a chegada do 5G. A estimativa de Sena é de que entre 18 e 24 meses todos os países da América Latina estejam utilizando 5G. “Alguns países serão mais rápidos que outros. Ainda há poucas implementações reais na América Latina”, afirma Jordi Botifoll, presidente da Cisco para América Latina.

Segundo a Wi-Fi Alliance, o Samsung Galaxy Note10 e o Ruckus R750 foram os primeiros produtos (smartphone e ponto de acesso) a serem certificados no mundo, respectivamente. A organização espera que os principais telefones e pontos de acesso em breve ofereçam suporte à última geração de Wi-Fi. Segundo o site da WiFi Alliance, atualmente há 56 dispositivos certificados no total, nas categorias computadores e acessórios, telefones, roteadores e outros.

*A jornalista viajou a Cancún, México, a convite da Cisco

Article source: https://computerworld.com.br/2019/10/31/openroamming-e-aposta-da-cisco-para-impulsionar-uso-do-wi-fi-6/

Speak Your Mind

*