17 de July de 2019

11:11 Cisco irá comprar Acacia Communications por US$ 2,84 bilhões

O acordo representa a maior aquisição da Cisco desde a compra de US$ 3,7 bilhões da empresa de software de monitoramento de desempenho de negócios AppDynamics, em 2017.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

A fabricante de equipamentos de rede Cisco anunciou nesta terça-feira que vai comprar a fabricante de componentes ópticos Acacia Communications por US$ 2,84 bilhões em dinheiro.


Cisco vai comprar Acacia Communications

A oferta de US$ 70  por ação representa um prêmio de cerca de 46% para o preço de fechamento da Acacia na segunda-feira.

O acordo

O acordo representa a maior aquisição da Cisco desde a compra de US$ 3,7 bilhões da empresa de software de monitoramento de desempenho de negócios AppDynamics, em 2017.

Excluindo o caixa e títulos negociáveis da Acacia, o negócio está avaliado em US$ 2,6 bilhões, disse a Cisco.

A Acacia, também fornecedora da Cisco, projeta e fabrica componentes ópticos de alta velocidade e conta com provedores de serviços de telecomunicações e operadores de data centers como clientes.

Crescimento de publicidade online

Os gastos globais com publicidade devem crescer 4,6% em 2019, uma queda em relação às estimativas anteriores, com a publicidade na internet desacelerando para um dígito em 2021 pela primeira vez desde a explosão da bolha da internet, informou a empresa Zenith.

A Zenith, de propriedade do grupo publicitário francês Publicis, disse em um relatório publicado na segunda-feira que a publicidade na Internet responderia por 52% dos gastos globais com publicidade em 2021, superando a marca de 50% pela primeira vez.

O relatório é divulgado durante o período em que as empresas de publicidade, incluindo a líder de mercado WPP, viram clientes mudando para plataformas online como Google e Facebook para alcançar consumidores.

Atualmente, 47% do total gasto com publicidade globalmente é gasto na internet, de acordo com a Zenith, acima dos 44% do ano passado, mas a taxa de crescimento deverá desacelerar com o amadurecimento do mercado de anúncios na Internet.

Crescimento

– O ano de 2021 será o primeiro de crescimento de um dígito na publicidade online desde 2001, ano em que a bolha da Internet estourou – disse Jonathan Barnard, chefe da área de previsão da Zenith.

No entanto, enquanto as grandes marcas ainda dependem muito da mídia tradicional, as pequenas e médias empresas gastam todos os seus orçamentos em plataformas como o Google e o Facebook. Por outro lado, os grandes anunciantes dedicam, em média, menos da metade de seus orçamentos à publicidade online.

Os gastos globais com publicidade devem aumentar para US$ 28 bilhões em 2019, disse Zenith, acrescentando que cerca de metade do crescimento seria dos Estados Unidos, ajudado pelo rápido crescimento da publicidade na Internet.

Waymo testa wi-fi

A Waymo, subsidiária da Alphabet está testando liberar wi-fi gratuito em seus táxis autônomos em Phoenix, onde centenas de minivans autônomas da empresa têm transportado passageiros desde dezembro. No fim de abril, a Waymo lançou streaming de música sem anúncios para passageiros por meio do Google Play.

A Waymo também tenta atrair famílias com vantagens não tecnológicas: instalou uma cadeirinha infantil em cada minivan e garantiu que os veículos cheguem a uma temperatura aproximada de 22 graus no calor do deserto do Arizona.

O objetivo é persuadir os passageiros de que o serviço da empresa é menos estressante do que dirigir seus carros ou andar com as rivais. Motoristas muito falantes, mal humorados e veículos que variam de tamanho e limpeza são as principais queixas entre os usuários de aplicativos de transporte.

– Quando aperto o botão da Waymo eu sei exatamente o produto que estou comprando – disse Jordan Ranous, analista de um banco de Phoenix que disse ter feito quatro viagens pela Waymo.

O desafio

O desafio da Waymo é provar que a hospitalidade e a conectividade podem gerar lucros. A Waymo atualmente cobra taxas comparáveis às do Uber e do Lyft, cuja dependência de tarifas faz com que essas empresas tenham problemas financeiros.

A eliminação de motoristas reduz custos de mão de obra. O serviço consistente e de qualidade permite que a empresa cobre tarifas mais altas, enquanto a internet e o streaming de música e vídeo podem gerar taxas extras ou vendas de anúncios. Analistas de Wall Street estimaram o valor da Waymo em mais de 100 bilhões de dólares, presumindo que os serviços prestados dentro dos carros contribuam com receita.

A Waymo informou que seu principal negócio é cobrar por transporte e não a publicidade.

Article source: https://www.correiodobrasil.com.br/cisco-comprar-acacia-communications/

Speak Your Mind

*