15 de December de 2018

Confira todos os classificados para o Brasileiro da Série D 2019

Por Pedro Alves — João Pessoa

13/12/2018 09h14 Atualizado 2018-12-13T19:36:19.752Z

Article source: https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/brasileirao-serie-d/noticia/confira-todos-os-classificados-para-a-serie-d-2019.ghtml

The Flash – Título de episódio da quinta temporada sugere morte de personagem importante!

17/08/2018 – – Cisco e Caitlin podem passar por maus bocados!

“);}

Atenção: Alerta de Spoilers!

Ministério Anti-Spoilers adverte: Se não quiser receber spoilers sobre esse assunto, não continue lendo.

Por Felipe Vinha → A quinta temporada de The Flash teve o nome de mais episódios revelados, após “Nora” e “Blocked”, para os dois primeiros, agora sabemos como se chamarão os capítulos 3, 4, 5 e 6 – e o pior: eles podem representar más notícias para Caitlin Snow e Cisco Ramon, a Nevasca e o Vibro, respectivamente.

“);}

De acordo com o Cinemablend, os episódios serão os seguintes:

  • Episódio 3: The Death of Vibe
  • Episódio 4: News Flash
  • Episódio 5: All Doll’d Up
  • Episódio 6: The Icicle Cometh

Não traduzimos os nomes, pois suas versões brasileiras oficiais ainda não foram reveladas. Porém, “The Death of Vibe” é certamente “A Morte de Vibro”, no nosso bom português. Já “The Icicle Cometh” não tem uma tradução exata, mas indica o retorno da Nevasca – “Icicle” é um estalactite, a forma de gelo que vem do teto, quando uma goteira de água começa a pingar em temperaturas frias.

Atualização: Conforme apontado pelo leitor Bruno Silva, o episódio “The Icicle Cometh” também pode ser uma referência ao vilão do Lanterna Verde, Geada, que, em inglês, se chama “Icicle”.

Article source: https://legiaodosherois.uol.com.br/2018/the-flash-titulo-de-episodio-da-quinta-temporada-sugere-morte-de-personagem-importante.html

‘Moro é um cisco, não é nada, um instrumento’, ataca Zé Dirceu, prestes a voltar para a cadeia da Lava Jato

O ex-ministro José Dirceu, ao lado do líder do MST, João Pedro Stedile, no auditório de sindicato. FOTO DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Em liberdade enquanto aguarda o julgamento de seu último recurso no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), marcado para quinta-feira, 19, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu disse nesta segunda-feira, 16, que o juiz federal Sérgio Moro é um “cisco” e funciona como um “instrumento” de perseguição política contra o PT.

+++Bens de R$ 11 mi de Dirceu vão a leilão em abril

Diante da possibilidade de ser preso mais uma vez, o petista, condenado a 30 anos e 9 meses de prisão, pediu que os membros partido não se preocupem com ele, mas com a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato.

+++Preso na Lava Jato, Lula ainda enfrenta mais seis processos

“Meus companheiros de cela muitas vezes, pela inocência, se desesperaram, e eu falei: ‘Está vendo esse cisco?’ É o Moro’. Ele não é nada, é um instrumento. O aparato policial judicial é um aparato de perseguição política. Não é só de criminalizar o PT, há setores que estão percebendo isso”, afirmou.

 +++PF prende irmão de Dirceu após ordem de Moro

FOTOS: A casa de José Dirceu em Vinhedo (SP)

“Todo lugar é uma trincheira. Onde eu estiver, vou estar numa trincheira, mas sou como um de vocês: eu estou preocupado com Lula, não comigo. Vocês podem ver que eu me cuidei. Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula. Temos que enfrentá-los e não baixar a cabeça. Eles têm que ter certeza de que vamos ressurgir das cinzas. Temos que ser implacáveis com eles. Eles não deixaram a gente governar, por que vamos deixar eles governar?”, declarou o ex-ministro.

+++Em primeira manifestação do cárcere, Lula diz que continua desafiando a Lava Jato

O TRF-4 aumentou a pena de Dirceu de 20 anos e 10 meses para 30 anos e 9 meses pelos crimes de corrupção passiva, pertinência a organização criminosa e lavagem de dinheiro.

+++Vida de preso por quem está preso, escreve José Dirceu da cadeia

O discurso foi feito durante reunião com a militância petista, nesta segunda, em Brasília, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Distrito Federal.

Diante de uma plateia de aproximadamente 100 pessoas, Dirceu pediu que os partidários se sentissem representando “todos os petistas”. Em tom de despedida, fez questão de lembrar do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e do ex-deputado André Vargas, também presos, e alertou os militantes que o principal inimigo da sigla é o sistema financeiro.

+++Tribunal da Lava Jato nega recurso a Zé Dirceu

“Nosso principal inimigo é o sistema financeiro bancário, o rentismo e a Rede Globo. Vocês sabem que eu gosto de uma aliança, mas vamos precisar rever a forma petista de governar. A questão é como governar sem aderir à receita neoliberal. Os desafios são muitos, mas eu sou otimista. Nós precisamos tirar lições do que aconteceu no País”, afirmou.

Article source: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/moro-e-um-cisco-nao-e-nada-um-instrumento-ataca-ze-dirceu-prestes-a-voltar-para-a-cadeia-da-lava-jato/

‘Moro é um cisco, não é nada, um instrumento’, ataca Zé Dirceu, prestes a voltar para a cadeia da Lava Jato

O ex-ministro José Dirceu, ao lado do líder do MST, João Pedro Stedile, no auditório de sindicato. FOTO DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Em liberdade enquanto aguarda o julgamento de seu último recurso no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), marcado para quinta-feira, 19, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu disse nesta segunda-feira, 16, que o juiz federal Sérgio Moro é um “cisco” e funciona como um “instrumento” de perseguição política contra o PT.

+++Bens de R$ 11 mi de Dirceu vão a leilão em abril

Diante da possibilidade de ser preso mais uma vez, o petista, condenado a 30 anos e 9 meses de prisão, pediu que os membros partido não se preocupem com ele, mas com a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato.

+++Preso na Lava Jato, Lula ainda enfrenta mais seis processos

“Meus companheiros de cela muitas vezes, pela inocência, se desesperaram, e eu falei: ‘Está vendo esse cisco?’ É o Moro’. Ele não é nada, é um instrumento. O aparato policial judicial é um aparato de perseguição política. Não é só de criminalizar o PT, há setores que estão percebendo isso”, afirmou.

 +++PF prende irmão de Dirceu após ordem de Moro

FOTOS: A casa de José Dirceu em Vinhedo (SP)

“Todo lugar é uma trincheira. Onde eu estiver, vou estar numa trincheira, mas sou como um de vocês: eu estou preocupado com Lula, não comigo. Vocês podem ver que eu me cuidei. Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula. Temos que enfrentá-los e não baixar a cabeça. Eles têm que ter certeza de que vamos ressurgir das cinzas. Temos que ser implacáveis com eles. Eles não deixaram a gente governar, por que vamos deixar eles governar?”, declarou o ex-ministro.

+++Em primeira manifestação do cárcere, Lula diz que continua desafiando a Lava Jato

O TRF-4 aumentou a pena de Dirceu de 20 anos e 10 meses para 30 anos e 9 meses pelos crimes de corrupção passiva, pertinência a organização criminosa e lavagem de dinheiro.

+++Vida de preso por quem está preso, escreve José Dirceu da cadeia

O discurso foi feito durante reunião com a militância petista, nesta segunda, em Brasília, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Distrito Federal.

Diante de uma plateia de aproximadamente 100 pessoas, Dirceu pediu que os partidários se sentissem representando “todos os petistas”. Em tom de despedida, fez questão de lembrar do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e do ex-deputado André Vargas, também presos, e alertou os militantes que o principal inimigo da sigla é o sistema financeiro.

+++Tribunal da Lava Jato nega recurso a Zé Dirceu

“Nosso principal inimigo é o sistema financeiro bancário, o rentismo e a Rede Globo. Vocês sabem que eu gosto de uma aliança, mas vamos precisar rever a forma petista de governar. A questão é como governar sem aderir à receita neoliberal. Os desafios são muitos, mas eu sou otimista. Nós precisamos tirar lições do que aconteceu no País”, afirmou.

Article source: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/moro-e-um-cisco-nao-e-nada-um-instrumento-ataca-ze-dirceu-prestes-a-voltar-para-a-cadeia-da-lava-jato/

‘Moro é um cisco, não é nada, um instrumento’, ataca Zé Dirceu, prestes a voltar para a cadeia da Lava Jato

O ex-ministro José Dirceu, ao lado do líder do MST, João Pedro Stedile, no auditório de sindicato. FOTO DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Em liberdade enquanto aguarda o julgamento de seu último recurso no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), marcado para quinta-feira, 19, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu disse nesta segunda-feira, 16, que o juiz federal Sérgio Moro é um “cisco” e funciona como um “instrumento” de perseguição política contra o PT.

+++Bens de R$ 11 mi de Dirceu vão a leilão em abril

Diante da possibilidade de ser preso mais uma vez, o petista, condenado a 30 anos e 9 meses de prisão, pediu que os membros partido não se preocupem com ele, mas com a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato.

+++Preso na Lava Jato, Lula ainda enfrenta mais seis processos

“Meus companheiros de cela muitas vezes, pela inocência, se desesperaram, e eu falei: ‘Está vendo esse cisco?’ É o Moro’. Ele não é nada, é um instrumento. O aparato policial judicial é um aparato de perseguição política. Não é só de criminalizar o PT, há setores que estão percebendo isso”, afirmou.

 +++PF prende irmão de Dirceu após ordem de Moro

FOTOS: A casa de José Dirceu em Vinhedo (SP)

“Todo lugar é uma trincheira. Onde eu estiver, vou estar numa trincheira, mas sou como um de vocês: eu estou preocupado com Lula, não comigo. Vocês podem ver que eu me cuidei. Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula. Temos que enfrentá-los e não baixar a cabeça. Eles têm que ter certeza de que vamos ressurgir das cinzas. Temos que ser implacáveis com eles. Eles não deixaram a gente governar, por que vamos deixar eles governar?”, declarou o ex-ministro.

+++Em primeira manifestação do cárcere, Lula diz que continua desafiando a Lava Jato

O TRF-4 aumentou a pena de Dirceu de 20 anos e 10 meses para 30 anos e 9 meses pelos crimes de corrupção passiva, pertinência a organização criminosa e lavagem de dinheiro.

+++Vida de preso por quem está preso, escreve José Dirceu da cadeia

O discurso foi feito durante reunião com a militância petista, nesta segunda, em Brasília, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Distrito Federal.

Diante de uma plateia de aproximadamente 100 pessoas, Dirceu pediu que os partidários se sentissem representando “todos os petistas”. Em tom de despedida, fez questão de lembrar do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e do ex-deputado André Vargas, também presos, e alertou os militantes que o principal inimigo da sigla é o sistema financeiro.

+++Tribunal da Lava Jato nega recurso a Zé Dirceu

“Nosso principal inimigo é o sistema financeiro bancário, o rentismo e a Rede Globo. Vocês sabem que eu gosto de uma aliança, mas vamos precisar rever a forma petista de governar. A questão é como governar sem aderir à receita neoliberal. Os desafios são muitos, mas eu sou otimista. Nós precisamos tirar lições do que aconteceu no País”, afirmou.

Article source: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/moro-e-um-cisco-nao-e-nada-um-instrumento-ataca-ze-dirceu-prestes-a-voltar-para-a-cadeia-da-lava-jato/

Taís Araujo chora durante apresentação de Malu: ‘Caiu um cisco’

Por Gshow Rio de Janeiro

21/10/2018 13h15 Atualizado 2018-12-10T13:22:08.448Z

Article source: https://gshow.globo.com/realities/popstar/episodios/noticia/jeniffer-nascimento-abre-o-popstar-com-participacao-especial-de-jorge-vercillo.ghtml

Cisco reforça papel em segurança | Notícias

Assim como a maior parte das empresas tradicionais de tecnologia, a Cisco tem passado por uma transformação de ofertas e modelo de negócios. 

A empresa busca reforçar sua imagem como fornecedora de soluções de segurança no modelo de assinaturas e fugir do foco em hardware.

Um dos objetivos da companhia hoje é ganhar novos clientes e aumentar projetos na base instalada com sua “plataforma inteligente e segura para a digitalização” para acompanhar a tendência de transformação digital.

Lançada em 2017, a plataforma atua com os pilares de nuvem (para administração de ambientes multi-cloud), network (rede intuitiva e inteligente), dados (analytics), segurança e experiência do cliente.

Apesar de citar a área tradicional de network, a plataforma abrange a rede intuitiva da Cisco, lançada no ano passado como o anúncio mais importante da empresa nos últimos dez anos. 

O sistema inclui recursos de segurança, gerenciamento autônomo, machine learning e nuvem.

“O foco está grande em segurança porque as áreas de infraestrutura e segurança estão se unindo. No futuro, a ideia é a infraestrutura contar com recursos para proteger a si mesma”, destaca John Stewart, senior vice-president, chief security and trust officer da Cisco.

Segundo ele, apesar de parecer novo, o trabalho em segurança é antigo internamente na companhia.

“Estamos trabalhando nisso por algum tempo, mas para o trabalho escalar, com uma rede de parceiros do tamanho da que a Cisco tem, é preciso cuidado. Pode parecer novo, mas estamos construindo esse portfólio há muito tempo”, reforça.

Ele explica que a empresa vê nos clientes a necessidade de contar com um único fornecedor estratégico de segurança.

“As empresas chegam a ter hoje 40 fornecedores de segurança e pedem algo integrado e completo que possa ser feito por um único parceiro estratégico. Já temos muitos exemplos de clientes em que somos o principal fornecedor de segurança”, completa Stewart.

Para completar o portfólio de segurança, a Cisco adquiriu em agosto a Duo Security por US$ 2,35 bilhões.

A solução da Duo Security segue o modelo zero-trust, que verifica a identidade dos usuários e a integridade de seus dispositivos antes de conceder acesso a aplicativos. Com a aquisição, a empresa buscou a integração de plataformas de segurança em nuvem, dispositivos e a rede da Cisco com os produtos de acesso e autenticação da Duo Security.

“O negócio com a Duo só foi possível após desenvolvermos um portfólio com soluções como Umbrella, next-generation firewall e outras, para então pensarmos nos próximos passos. Temos clientes com diferentes ideias de como querem operar sua segurança, seja com data center próprio, servidores 100% em nuvem, forte defesa do perímetro ou modelo zero-trust, que passamos a atender com a Duo”, explica o chief security officer.

No Brasil, a empresa conta com clientes da Duo a partir de negócios fechados antes da aquisição. Após a compra pela Cisco, ainda não foram fechados novos negócios, pois a integração da compra ainda é nova.

* Júlia Merker participou do Cisco Live Latam 2018, no México, a convite da Cisco.

Article source: https://www.baguete.com.br/noticias/12/12/2018/cisco-reforca-papel-em-seguranca

Cisco reconhece a Ingram Micro como Distribuidor do ano – INFOR CHANNEL – O ponto de encontro da comunidade de TI

Pela quarta vez, a Ingram Micro Brasil, subsidiária da distribuidora global de TI, recebeu o prêmio de Distribuidor do Ano da Cisco. A fabricante de produtos e soluções para conectividade reconhece as práticas bem-sucedidas do negócio e visa incentivar o setor e parceiros de diferentes regiões do mundo. Avalia, também as ações junto aos clientes, criação de oportunidade com os canais, programas estratégicos e abordagens de vendas.

Na avaliação do diretor de Negócios de IoT da Ingram Micro Brasil, Alexandre Nakano, entre os fatores determinante para a conquista desse prêmio está a atuação em novos mercados, que ampliou o alcance da Cisco, levando as suas soluções para as mais diversas regiões do País. “Também destacamos nosso modelo inovador de atuação, em que somos um grande gerador de demanda para os parceiros, apoiando em todas as fases de um projeto e não apenas na entrega”, diz Nakano.

Durante o Cisco Partner Summit 2018, realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos, as unidades da Ingram Micro da Alemanha, Canadá e México também foram reconhecidas como o Distribuidor do Ano. Já a instalada na Austrália ficou com o Distribuidor Parceiro e, a sede da distribuidora, nos Estados Unidos, com o prêmio Parceiro de Inovação em Marketing.

Este reconhecimento reforça o alinhamento da distribuidora e seu compromisso com os objetivos da Cisco. “Acreditamos que a inovação é o grande combustível do mercado de tecnologia e a Cisco tem sido um catalisador dessa transformação. Juntos nessa jornada, parceiros e clientes, acreditaram em nosso trabalho, o que tornou possível comemorarmos essa conquista hoje”, conta Nakano.

No Brasil desde 1997, a Ingram Micro dispõe de produtos e soluções de mais de 80 fabricantes para pronta entrega e importação exclusiva no modelo de VAD, VOD, mobilidade, automação e cloud.

Nos últimos anos imprimiu um ritmo acelerado de mudanças no Brasil, com a ampliação do portfólio em diversas verticais do mercado e várias soluções de big data e advanced analytics, security, cloud, customer experience, IoT, estrutura convergente e mobilidade.

Com escritórios regionais em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e Recife, a empresa provê suporte às necessidades de toda a cadeia de distribuição, assegurando a conquista dos objetivos de negócios de seus parceiros e clientes dentro das melhores práticas de mercado, atendendo a setores como transportes, agronegócio, educação, recursos naturais, saúde, serviços financeiros, varejo e área pública, entre outros.

A Ingram Micro se posiciona entre os maiores distribuidores mundiais de tecnologia e entre os líderes global da cadeia de suprimentos de TI, serviços para dispositivos móveis, cloud, automação e soluções de logística. Além dos serviços de distribuição de soluções e produtos, oferece apoio para o desenvolvimento de seu ecossistema, com benefícios exclusivos, recursos de logística e de mobilidade, suporte profissional técnico e soluções financeiras, atuando como um elo vital na cadeia de valor de tecnologia.

Serviço:  www.ingrammicro.com.br ou (11) 2078-4300.

Article source: https://inforchannel.com.br/2018/12/10/cisco-reconhece-a-ingram-micro-como-distribuidor-do-ano/

Switches da Cisco usados ​​em data centers em todo o mundo são alvo de ataque de hackers

Conexão instável e dificuldade em acessar seus sites favoritos dão o sinal para um problema que pode estar espalhado em servidores de todo o mundo: um ataque massivo aos switches da Cisco. Segundo a Kaspersky, uma ameaça ainda desconhecida pode estar explorando uma falha no software Cisco Smart Install Client e executando códigos nos aparelhos vulneráveis — um switch é responsável por conectar computadores em rede e, com o ataque, é totalmente desativado.

Os autores do ataque hacker rescreveram a imagem do software Cisco IOS e alteram o arquivo de configuração, deixando o switch indisponível e uma mensagem de alerta: “Não mexa com nossas eleições”. Caracteres simulam ainda uma bandeira dos Estados Unidos.  Data centers e serviços russos são os mais afetados no momento.

Bot no Shodan

A situação se torna mais grave porque um bot está procurando ativamente por switches vulneráveis da Cisco. Especula-se que estejam usando o buscador de dispositivos conectados Shodan e um utilitário projetado para procurar por esses dispositivos. Uma vez encontrados, os aparelhos com a falha no software de interface são explorados.

Segundo a própria Cisco Talos, fabricante dos aparelhos de switch, há mais de 168 mil dispositivos encontrados no Shodan com essa vulnerabilidade. A escala do ataque ainda está para ser determinada. Provedores de Internet e centros de dados podem ter sido impactados.

A Kaspersky, empresa russa de segurança digital, afirma que o ataque está direcionado aos russos, mas há outros alvos em menor escala. Os Estados Unidos afirmam que a Rússia não só tentou intervir nas eleições presidenciais americanas de 2016 como também tem interesse nas eleições legislativas que acontecerão em novembro deste ano de 2018.

Article source: https://www.itforum365.com.br/seguranca/switches-da-cisco-usados-%E2%80%8B%E2%80%8Bem-data-centers-em-todo-o-mundo-sao-alvo-de-ataque-de-hackers/

Próximos cinco anos terão mais tráfego IP do que em toda a história da Internet, aponta Cisco

De acordo com o novo Visual Networking Index (VNI) da Cisco, divulgado hoje (10/12), o volume de tráfego IP vai alcançar 4,7 zettabytes. O número é equivalente a todo o tráfego IP que passou pela Internet desde que surgiu, em 1984. O aumento será motivado pela quantidade de pessoas e dispositivos online, já que 60% da população mundial estará conectada, assim como 28 bilhões de “coisas”. O vídeo vai responder por 82% do tráfego.

Novo PGMC facilita troca de tráfego de ISPs com Google, Facebook e Netflix

Desde que as projeções do VNI começaram, em 2005, o tráfego foi multiplicado por 56, acumulando 36% de taxa composta de crescimento anual (CAGR), com mais pessoas, dispositivos e aplicações acessando redes IP. Para o período de 2017 a 2022, a Cisco prevê que o tráfego IP global mais que triplicará, atingindo 396 exabytes por mês até 2022, contra os 122 exabytes por mês em 2017. Isso dá 4,8 zettabytes de tráfego por ano em 2022.

Já relativo ao Brasil, haverá 191 milhões de usuários de Internet em 2022, representando 88% da população. Em 2017 eram 154 milhões de usuários (73% da população). Serão 724,2 milhões de dispositivos conectados em 2022 (em 2017 eram 500,3 milhões), com 3,3 dispositivos conectados por pessoa (em 2017 eram 2,4 per capita). As conexões M2M representarão 45% (326.1 milhões) de todos os devices conectados no Brasil em 2022.

As velocidades globais de banda larga, Wi-Fi e conexões móveis serão duas vezes maiores, ou até mais, diz o relatório, passando de 39 Mbps para 75,4 Mbps. As velocidades globais médias de conexão móvel vão mais que triplicar, passando de 8,7 Mbps para 28,5 Mbps. No Brasil, a média de velocidade da banda larga fixa crescerá 2,2 vezes, de 13,2 Mbps em 2017 para 29 Mbps em 2022, e a velocidade média de conexão móvel no país crescerá 3 vezes, atingindo 20 Mbps em 2022.

O Relatório Completo Cisco VNI para o período de 2017 a 2022 conta com previsões feitas por analistas independentes e dados reais sobre o uso da rede. Sobre essa base são colocadas as estimativas da Cisco para o tráfego IP global e a adoção de serviços.

Article source: https://ipnews.com.br/proximos-cinco-anos-terao-mais-trafego-ip-do-que-em-toda-a-historia-da-internet-aponta-cisco/