25 de June de 2018

Adeolu Owokade

Article source: https://securityboulevard.com/author/adeolu-owokade/

CCNA Exam Information and Overview

Introduction

So you have decided that the CCNA certification is the right path for you. The next step, even before you begin to study, is to understand what is required of you to get CCNA-certified. Therefore, in this article we will look at the CCNA certification exam in detail, highlighting the format of the exam, the passing score, the cost, and where you can take the exam.

Note: This article is about the CCNA Routing and Switching certification. For the sake of brevity (and old habit), we will refer to it simply as CCNA.

Before we continue, I will like to point out that there are two ways to become CCNA-certified:

  1. Pass one exam – CCNA Composite The current exam number is 200-125 CCNA.
  2. Pass two exams – ICND1 and ICND2. The current exam numbers are 100-105 ICND1 and 200-105 ICND2.

People have different ideas about which route to take. If you don’t have any networking experience, you may want to take the step-by-step approach: ICND1 and then ICND2. However, if you do have some experience in networking or you want to recertify, you can go for the CCNA Composite exam, which is more advanced (and more challenging) than the individual exams.

On the other hand, it may be more time-saving to prepare for only one exam rather than two individual exams. If your will is strong enough, and if you perhaps have a time constraint, perhaps you should consider going for the CCNA Composite exam all in one go.

Caution: Please do your own research before coming to a conclusion.

In this article, we will focus on the CCNA Composite exam because it is a more direct way to achieve the CCNA certification. However, most details in this article will also be applicable to the individual ICND1 (Read more…)

Article source: https://securityboulevard.com/2018/06/ccna-exam-information-and-overview/

CCNA Certification Requirements – How to Become CCNA-Certified

Introduction

In this article, we look at what it takes to become CCNA Routing and Switching-certified, from the prerequisites of the exam to the study materials to use to prepare for the exam, and, finally, how long to study before taking the exam.

Note: From this point on, we will refer to the certification simply as CCNA.

What Are the Prerequisites for the CCNA?

The CCNA certification is actually at the foundational level of Cisco’s hierarchy of certifications, so there are no technical prerequisites for the CCNA exam. This means that you do not have to take any previous exams before you can qualify as CCNA-certified. However, there are age restrictions for any Cisco certification:

  • Under 13 years—Cannot sit for exam even with parental consent.
  • 13-17 years—Can sit for exam with parental consent.
  • 18 years and above—No age restrictions.

Even though there are no prerequisites from Cisco’s end, the CCNA exam (200-125) may be better suited for those with one to two years of networking experience. This should not discourage those who do not have any hands-on experience and still want to take the exam; you will only need to work harder and use the tools available to you, such as GNS3 and Packet Tracer.

Note: As we will discuss in a later section, there are two paths to achieving the CCNA certification. Candidates without networking experience may want to first take the ICND1 exam and then the ICND2 exam to become CCNA-certified.

What Study Materials Do I Need to Get Started?

As with any certification exam, there are various study materials to help candidates prepare for the CCNA certification exam and these materials are available in different formats. For example, there are study guides, videos (live and self-paced), workbooks, lab guides, practice tests, (Read more…)

Article source: https://securityboulevard.com/2018/06/ccna-certification-requirements-how-to-become-ccna-certified/

CCNA Certification: Overview and Career Path

Introduction

Newcomers in any field usually have many unanswered questions on their minds. Those just entering or transitioning into the networking field want to know where to start, how to progress, and which certifications (if any) to acquire.

In this article, we will explore one of the industry’s most recognized networking certifications, the Cisco Certified Network Associate (CCNA) certification. We will consider topics such as the target audience of the certification, the experience needed, whether it’s still worth acquiring, and the ways to train for the exam.

What Is the CCNA Routing and Switching Certification?

People are probably more familiar with the “CCNA” certification than even the “Cisco” name itself. The CCNA Routing and Switching certification is a Cisco entry-level certification for the networking field. While the certification is provided by Cisco and can be Cisco-focused in some areas, it covers general networking fundamentals, routing and switching technologies, wide area networks (WAN), security, and other networking topics.

Note: This certification used to simply be called “CCNA.” However, as more entry-level certifications became available for other fields such as the CCNA Security and CCNA Wireless, Cisco decided to call it CCNA Routing and Switching. Therefore, when we say “CCNA,” we mean the CCNA Routing and Switching certification.

As is evident from the name, the CCNA certification is administered by Cisco. In simple terms, Cisco is a networking equipment vendor that manufactures devices such as routers, switches, and even firewalls. They have been at this for a while (since 1984), have built a strong brand, and are the market leader in areas such as enterprise routing and switching.

Who Should Earn the CCNA?

According to Cisco, the CCNA certification is targeted at people who want to go into job roles such as network support engineer and network administrator. Basically, (Read more…)

Article source: https://securityboulevard.com/2018/06/ccna-certification-overview-and-career-path/

Open the door to a career in networking with Cisco

CiscoForbes magazine estimates that Cisco is 15 times bigger than it’s nearest rival in the networking game. Whether networking floats your boat or not, it’s absolutely integral to every big company on the planet. Naturally then, network engineers are in high demand, and Cisco engineers are top of that pile.

If you’re thinking of clambering up there with them, the Cisco CCNA Training Suite is an excellent place to start. And thanks to an offer we’ve sourced today’s a great time to sign up.

Here’s what’s in the Cisco training suite:

Cisco CCNA R/S (200-125): The Complete Course – $190
Cisco CCNA IPv4 Course – $75 value
Cisco CCNA CCENT / ICND1 (100-105): The Complete Course – $140 value

Don’t let the acronym overload put you off. What you essentially get here is an introduction to the core principles of networking. Over 37 hours of content which gives you an intimate knowledge of routers switches, LANs and WANs, and many other networking concepts which go right over my head.

As you may have noticed, these courses don’t just give you the know-how. They fully prepare you for two of the CISCO CCNA exams, setting you well on your way to a career in network engineering.

Right now there’s a chunky 90% discount on the training suite, so you can get lifetime access to all that materials for just $39. That’s around $1 per hour of Cisco instruction, and it can all be streamed to your device so you don’t even need to leave the house.

The clock is ticking on this deal, so if it’s peaked your interest then don’t delay. Sign up now by hitting the button below.

The AAPicks team writes about things we think you’ll like, and we may see a share of revenue from any purchases made through affiliate links. To see all our hottest deals, head over to the AAPICKS HUB.


Looking for a new phone or plan? Start here with the Android Authority Plan Tool:

 

Article source: https://www.androidauthority.com/cisco-training-suite-878249/

Cisco adquire July Systems para reforçar portfólio de aplicações Wi-Fi

A Cisco deu um passo em direção a melhorar sua família de aplicativos móveis com a intenção de comprar a empresa norte-americana de capital fechado July Systems por um preço não revelado.

A July Systems, fundada em 2001, tem como principal produto o Proximity MX, que oferece o que a Cisco chama de “plataforma de localização de nível empresarial” com recursos como ativação instantânea do cliente, insights comportamentais orientados por dados, mecanismo de regras contextuais e APIs.

A plataforma funciona com várias tecnologias de localização, como Wi-Fi, Bluetooth Beacons ou GPS, para detectar o dispositivo do usuário com ou sem um aplicativo instalado. O Proximity MX pode envolver o usuário com notificações via SMS, E-mail ou push ou disparar uma notificação para o usuário ou sistema empresarial via API, SMS ou e-mail.

“As empresas têm a oportunidade de aproveitar seu Wi-Fi interno para uma ampla gama de serviços de localização interna. Além de fornecer conectividade sem interrupções, o Wi-Fi pode ajudar as empresas a obter informações detalhadas sobre o comportamento dos visitantes, associar esses aprendizados aos sistemas corporativos e impulsionar melhores experiências de clientes e funcionários ”, disse Rob Salvagno, vice-presidente de desenvolvimento de negócios corporativos da Cisco.

Salvagno observou que July e Cisco têm um relacionamento de OEM existente para o Cisco Connected Mobile Experience (CMX). “Planejamos adicionar a plataforma de sistemas e os recursos de contexto de negócios da July Systems para fornecer uma solução unificada na qual nossos parceiros e clientes podem construir e fornecer uma variedade de serviços de localização interna para setores tão diversos como saúde, governo, logística, manufatura, arenas esportivas, hotéis, educação e varejo. Alguns de nossos clientes da CMX Engage incluem o Intercontinental Hotels Group (IHG) e a Westfield Corp. ”, escreveu Salvagno.

A Cisco previu há muito tempo uma série de aplicativos para serviços de localização interna. “Um gerente de hospital pode olhar para a concentração de atividade dentro de suas instalações e determinar onde estão os gargalos que poderiam ser removidos, salvando vidas. Um dono de uma loja de varejo pode determinar em quais áreas da loja as pessoas tendem a se reunir e mover o inventário para melhor exibição”, escreveu em um blog em 2016.

Mais Lidas

A equipe da July se unirá ao Enterprise Networking Group da Cisco, liderado por Scott Harrell, vice-presidente sênior e gerente geral. A Cisco espera que a aquisição seja concluída no primeiro trimestre do ano fiscal de 2019.

A aquisição prevista é a terceira da Cisco neste ano. A companhia comprou a empresa de inteligência artificial Accompany, em maio, e a fornecedora de tecnologia de nuvem Skyport Systems, em janeiro. A Cisco fez nove aquisições em 2017, incluindo AppDynamics e Viptela.

Article source: http://computerworld.com.br/cisco-adquire-july-systems-para-reforcar-portfolio-de-aplicacoes-wi-fi

Study hints at benefits of lifestyle interventions in reducing dementia risk – News

Posted in: Medical Research News | Medical Condition News | Healthcare News

Tags: Alzheimer’s Disease, Brain, Clinical Trial, Cognitive Function, Dementia, Diet, Doctor, Education, Exercise, Healthcare, Hospital, Language, Neurodegeneration, Neurodegenerative Diseases, Neuroscience, Next Generation, Nutrition, Physical Activity, Potato, Psychiatry, Psychology, Research, Seniors

Article source: https://www.news-medical.net/news/20180619/Study-hints-at-benefits-of-lifestyle-interventions-in-reducing-dementia-risk.aspx

Corretora de moedas digitais investe 10 milhões em infraestrutura de TI

Projeto da 5F Soluções resultou em mais segurança e disponibilidade de rede com equipamentos Cisco.

Depois de ter um crescimento exponencial acima do esperado no ano passado, o Mercado Bitcoin (www.mercadobitcoin.com.br) – maior corretora de moedas digitais da América Latina – vem realizando uma série de investimentos para continuar sua expansão, que em 2018 deve ser 10 vezes maior em volume de transações em comparação a 2017.

Na área de infraestrutura de TI, a empresa investiu em um parque tecnológico robusto Cisco e Cisco Meraki para garantir a segurança e disponibilidade de rede em seu novo escritório de 1500 metros quadrados com capacidade para 220 colaboradores na Zona Sul de São Paulo. O projeto, realizado em um mês, foi da integradora 5F Soluções em TI e faz parte de um plano de investimento do Mercado Bitcoin em Tecnologia e Segurança da Informação estimado em R$ 10 milhões.

DESAFIO – O Mercado Bitcoin alcançou recentemente a marca de 1 milhão de clientes cadastrados e teve mais de R$ 4,5 bilhões negociados na plataforma em 2017, envolvendo três moedas digitais: Bitcoin, Litecoin e Bitcoin Cash. Para 2018, a corretora tem a expectativa de atingir 2,5 milhões de clientes e R$ 50 bilhões em negociações.

SOLUÇÃO – A 5F Soluções em TI fez toda a estruturação do parque tecnológico dos ativos de rede e de mobilidade, incluindo instalação e treinamento hands on. “Também realizamos nosso serviço de site survey wireless para o projeto Wi-fi. Utilizamos produtos Cisco na estruturação dos ativos de rede e Cisco Meraki para mobilidade (Wi-fi)”, conta Sylvio Herbst, diretor comercial da integradora.

O portfólio da Cisco Meraki é gerenciado de forma centralizada pela nuvem. Sua arquitetura apresenta recursos abrangentes e fáceis de usar, que ajudam a resolver problemas e reduzir custos operacionais.

Detalhes técnicos da solução:

  • Wi-Fi enterprise de alta densidade com wIPS integrado;
  • Gerenciamento e monitoramento centralizado via nuvem, via web browser ou Cisco Meraki Mobile App (IOS ou Android);
  • Segurança – os APs da linha Cisco Meraki possuem antena dedicada para segurança inclusa em toda a linha de produtos e módulo wIPS(Air Marshall) real-time com forensics;
  • Visibilidade sem precedentes – através do portal de administração o cliente tem acesso de forma rápida e fácil a informações como: usuário, sistema operacional, localização, aplicações utilizadas, informações de uso, qualidade do sinal e etc;
  • Políticas de usuário abrangentes – o cliente pode criar políticas com base em grupo de usuários, protocolos, sistemas operacional, utilização e muito mais;
  • É possível priorizar aplicações corporativas e limitar o uso de protocolos recreativos;
  • Analíticos de local e presença, permitem o cliente acompanhar os acessos a rede Wi-Fi e comparar a performance entre localizações.

 

 

 

 

 

Article source: https://ipnews.com.br/corretora-de-moedas-digitais-investe-10-milhoes-em-infraestrutura-de-ti/

Study hints at benefits of lifestyle interventions in reducing dementia … – News

Posted in: Medical Research News | Medical Condition News | Healthcare News

Tags: Alzheimer’s Disease, Brain, Clinical Trial, Cognitive Function, Dementia, Diet, Doctor, Education, Exercise, Healthcare, Hospital, Language, Neurodegeneration, Neurodegenerative Diseases, Neuroscience, Next Generation, Nutrition, Physical Activity, Potato, Psychiatry, Psychology, Research, Seniors

Article source: https://www.news-medical.net/news/20180619/Study-hints-at-benefits-of-lifestyle-interventions-in-reducing-dementia-risk.aspx

Mercado Bitcoin investe em infraestrutura de TI para aprimorar segurança

Depois de ter um crescimento exponencial acima do esperado no ano passado, o Mercado Bitcoin, corretora de moedas digitais da América Latina, vem realizando uma série de investimentos para continuar sua expansão, que em 2018 deve ser dez vezes maior em volume de transações em comparação a 2017.

Na área de infraestrutura de TI, a empresa investiu em um parque tecnológico robusto Cisco e Cisco Meraki para garantir a segurança e disponibilidade de rede em seu novo escritório de 1,5 mil metros quadrados com capacidade para 220 colaboradores na Zona Sul de São Paulo. O projeto, realizado em um mês, foi da integradora 5F Soluções em TI e faz parte de um plano de investimento do Mercado Bitcoin em Tecnologia e Segurança da Informação estimado em R$ 10 milhões.

O Mercado Bitcoin alcançou recentemente a marca de 1 milhão de clientes cadastrados e teve mais de R$ 4,5 bilhões negociados na plataforma em 2017, envolvendo três moedas digitais: Bitcoin, Litecoin e Bitcoin Cash. Para 2018, a corretora tem a expectativa de atingir 2,5 milhões de clientes e R$ 50 bilhões em negociações.

“Além da segurança absoluta como principal requisito, precisávamos de mobilidade extrema em uma rede de alta densidade dentro do nosso espaço, associado a alta disponibilidade para comportar nossa operação e atendimento. Buscamos referências no mercado e assim chegamos à 5F Soluções em TI, que já durante a fase de design se mostrou o parceiro perfeito como canal de aquisição da tecnologia Cisco Meraki e implementação”, lembra Galeno Garbe, CSO do Mercado Bitcoin.

Solução

A 5F Soluções em TI fez toda a estruturação do parque tecnológico dos ativos de rede e de mobilidade, incluindo instalação e treinamento hands on. “Também realizamos nosso serviço de site survey wireless para o projeto Wi-fi. Utilizamos produtos Cisco na estruturação dos ativos de rede e Cisco Meraki para mobilidade (Wi-fi)”, conta Sylvio Herbst, diretor comercial da integradora.

O portfólio da Cisco Meraki é gerenciado de forma centralizada pela nuvem. Sua arquitetura apresenta recursos abrangentes e fáceis de usar, que ajudam a resolver problemas e reduzir custos operacionais.

Resultados

“Segurança e alta disponibilidade da nossa rede. Sem dúvida esse foi o maior ganho com este projeto. Subimos a barra e isso foi refletido para todas as áreas. Ganhamos visibilidade completa dos dispositivos conectados à nossa rede, além de poder observar qualquer anormalidade em uma dashboard simples e funcional (Meraki). Pudemos também disponibilizar, de forma segura, uma conexão autenticada segregada para atender nossos visitantes e colaboradores, de forma a não interferir na rede das operações do Mercado Bitcoin”, comemora Garbe.

Segundo Herbst, o trabalho foi realizado com sucesso e antes do prazo previsto. “Com a solução, cumprimos mais dois requisitos do projeto: inovar, trazendo a melhor tecnologia disponível no mercado para os colaboradores; e economizar na infraestrutura de cabos, o que gerou mobilidade a todos internamente, como levar os notebooks para onde precisar, inclusive reuniões”, finaliza.

Article source: https://www.itforum365.com.br/ti-negocios/mercado-bitcoin-investe-em-infraestrutura-de-ti-para-aprimorar-seguranca/