20 de January de 2019

Como não sabotar suas operações na bolsa de valores! – André Moraes na Bolsa de Valores

Como não sabotar suas operações na bolsa de valores!

Existem dois erros que podem “sabotar” as suas operações na bolsa de valores e atrapalhar o seu sucesso no longo prazo, são eles:

1- Não utilizar Stop Loss

Utilizando a Análise Técnica, é possível identificar a direção mas provável do preço de um determinado ativo, mas ela não é baseada em certeza absoluta e sim em estudo de probabilidade. Algumas vezes, os ativos podem ir no sentido contrário as suas expectativas, por isso é necessário que você sempre utilize a ordem automática Stop Loss.

Algumas pessoas sabotam suas operações, simplesmente não colocando essa ordem automática, isso ocorre muitas vezes, pois aceitar a perda é muito difícil.

Garantir que você perca pouco quando as coisas não derem certo, é um dos fatores mais importantes para garantir seu capital no longo prazo.

Você pode aprender como utilizar o Stop Loss clicando aqui!

2- Não deixar a operação fluir até alvo determinado

Antes de entrar em uma operação, é necessário saber quanto você vai perder se aquela operação der errado e o alvo mínimo para que aquela operação valha a pena. O que acontece muitas vezes, por exemplo,  você determina que vai comprar uma ação a R$10,00 e encerrar suas posição a R$11,00, mas quando o valor chega a R$10,20, você tem uma sensação tão boa de que aquela operação evoluiu para o lado que você queria, que acaba querendo sair rapidamente da operação, colocando o lucro no bolso. Essa é outra maneira de sabotar suas operações.

Se toda vez que uma operação dá errado, você tem um pequeno prejuízo e quando acerta, tem um lucro pequeno, ao final de 100 operações, por exemplo, você não terá um resultado positivo expressivo ou provavelmente terá um resultado negativo.

Então, não sabote uma operação que você estudou, conhece e acredita. Deixe a operação fluir até o seu alvo, para que seus acertos sejam lucrativos e você ganhe muito quando acertar e perca pouco quando errar. Assim ao final de 100 operações, essa matemática seja sempre positiva.

Não cometer estes erros, requer conhecimento e controle emocional e pode parecer complicado entender todos os aspectos emocionais importantes para a tomada de decisão, mas eu identifiquei seis passos fundamentais que todo investidor precisa dar, se quiser ter sucesso na bolsa de valores e falei em detalhes sobre cada um deles em uma série de vídeos que você pode assistir gratuitamente!

Conheça os 6 passos que você precisa dar para ter sucesso na bolsa!

Mesmo pessoas que já investem há algum tempo muitas vezes pulam um desses passos e acabam tomando prejuízo. Assista essa série de vídeos e encurte seu caminho rumo ao sucesso na Bolsa.
Para se inscrever gratuitamente, basta clicar no botão abaixo!

Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Article source: http://andremoraesnabolsa.infomoney.com.br/como-nao-sabotar-suas-operacoes-na-bolsa-de-valores/

Qual a modalidade operacional para o seu perfil de investidor

Qual a modalidade operacional para o seu perfil de investidor?

Neste vídeo, eu vou falar qual a modalidade operacional mais indicada para o seu perfil de investidor.

Para responder isso com eficiência, precisamos falar um pouco sobre cada perfil.

Entender qual o nível de risco que você está disposto a assumir no mercado de renda variável é ponto principal para definição da melhor modalidade operacional para você.

Para aprender qual a melhor modalidade operacional para você começar na bolsa de valores, confira o vídeo abaixo!

 

Já está disponível minha nova aula online gratuita ensinando a Estratégia para transformar seus resultados em operações Day Trade.

Nela eu revelo todo o processo de elaboração da estratégia e o passo a passo para coloca-la em prática. Para participar, basta se inscrever clicando no link abaixo!
Quero aprender uma estratégia para transformar meus resultados no Day Trade.

Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Article source: http://andremoraesnabolsa.infomoney.com.br/qual-modalidade-operacional-para-o-seu-perfil-de-investidor/

The Flash | Retorno da temporada tem revelação sobre os meta-humanos

[Cuidado com spoilers abaixo]

A quinta temporada de The Flash retornou esta semana nos EUA, com uma revelação importante sobre os meta-humanos. Na história da série, a tecnologia que transforma as pessoas em meta-humanos foi espalhada por Central City, dando habilidades para parte da população. Na luta contra o vilão Cicada, Cisco é ferido por uma adaga que contém fragmentos do satélite que se rompeu. O amigo do Flash descobre que não consegue usar seus poderes após o incidente, já que isso ameaça sua vida.

No episódio “The Flash the Furious”, ele analisa pedaços da adaga e descobre que o objeto pode “curar” os meta-humanos. A arma usada por Cicada tem uma propriedade anti-Matéria Escura que elimina células meta-humanas e todas as habilidades que as acompanham. 

Cisco fica animado com a descoberta, não apenas pela possibilidade de eliminar o vilão, mas também de oferecer uma alternativa para as pessoas que se tornaram meta-humanas contra a vontade. Já Caitlin duvida da necessidade dessa “cura”, já que vê as habilidades como algo benéfico. A série apresenta os dois lados da discussão com os personagens e no final Caitlin concorda em fazer a “cura”, desde que ela não seja obrigatória e seja dada apenas para quem desejar ter uma vida normal.

Outra indicação do episódio é que Cisco pode sair da série futuramente. Ao dar seus argumentos para a “cura”, o personagem diz que não é como o Flash e deseja ter uma família para envelhecer junto. Ainda não há nada confirmado, mas o diálogo indica que Cisco pode seguir uma vida normal em breve. 

No Brasil, The Flash é transmitida pelo canal pago Warner Channel, com as temporadas anteriores disponíveis no catálogo da Netflix.

Article source: https://www.omelete.com.br/flash/the-flash-retorno-da-temporada-tem-revelacao-sobre-os-meta-humanos

The Flash | Episódio traz descoberta que pode mudar o Arrowverso para sempre

O último episódio de The Flash trouxe uma grande descoberta que pode alterar o Arrowverso para sempre.

Na trama, Cisco Ramon e Caitlin Snow descobrem algo surpreendente: a adaga de Cicada contém propriedades anti-Matéria Negra, capaz de erradicá-la. Em outras palavras, a adaga é capaz de remover poderes meta-humanos.

The Flash | Nora tenta enfrentar Cicada em nova promo da 5ª temporada

Enquanto Caitlin ficou empolgada com as chances de acabar com os poderes de Cicada, Cisco foi mais longe, propondo a ideia de uma cura meta-humana. Caitlin discorda do amigo, argumentando que poderia se tornar uma arma nas mãos erradas. Ela também lembrou que os poderes podem ser bem usados, especialmente com heróis como o Flash.

Em contrapartida, Cisco forneceu exemplos de poderes meta-humanos que deram errado. Ele também explicou que as pessoas não tiveram escolha quando se tornaram meta-humanas, então merecem uma chance de se curar. O próprio Cisco está interessado na cura, tendo o objetivo de seguir uma vida comum, sem precisar salvar vidas.

Caitlin então concorda em desenvolver a cura meta-humana, mas com uma condição: não é permitido forçar a cura em ninguém. “Estamos aqui para fornecer uma escolha”, Cisco concordou.

The Flash | Novo episódio traz suposta primeira aparição do Batmóvel no Arrowverso

A 5ª temporada de The Flash está em exibição nos Estados Unidos. No Brasil, a série é exibida pelo Warner Channel e também está disponível na Netflix.

 

Article source: https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/series-e-tv/2019/01/the-flash-episodio-traz-descoberta-que-pode-mudar-o-arrowverso-para-sempre

Com DNA Spaces, Cisco mira serviço de geolocalização para empresas

A Cisco está lançando um pacote de localização geográfica baseado na nuvem para ajudar clientes a ampliar serviços de localização móvel e integrar os dados desses recursos em aplicativos corporativos de análise e negócios.

O pacote, chamado DNA Spaces, é composto pela suíte wireless Connected Mobile Experience (CMX) da Cisco e pela tecnologia de geolocalização corporativa adquirida da July Systems. O Cisco CMX é um mecanismo de software que usa a localização e outras informações obtidas da infraestrutura sem fio da Cisco para gerar dados de análise e ajudar a fornecer serviços aos clientes em seus dispositivos móveis.

A empresa adquiriu no no passado a July, empresa que fornece análises detalhadas e precisas sobre quem e o que estão em seus locais físicos, além da capacidade de agir com base nessas informações em tempo real.

A July Systems, fundada em 2001, tem como sua principal plataforma de localização de nível corporativo a Proximity MX, que inclui ativação instantânea do cliente, insights comportamentais orientados por dados, um mecanismo de regras contextuais e APIs.

A plataforma funciona com várias tecnologias de localização, como Wi-Fi, Bluetooth Beacons ou GPS, para detectar o dispositivo do usuário com ou sem um aplicativo instalado.

Com o DNA Spaces, os clientes poderão ver como espaços como lojas de departamentos, salas de espera, lanchonetes estão sendo usados, e também de onde as pessoas vêm para chegar a essas salas, quanto tempo permanecem nelas, que recursos de dados usar e para onde vão depois de sair, disse Greg Dorai, vice-presidente de gerenciamento de produtos da Cisco Enterprise Wireless Solutions.

furacão satélite

“Aplicando análises a esses dados e padrões, um hospital pode ganhar algumas melhorias, como localizar equipamentos médicos e outros ativos ou acionar alertas se o equipamento se deslocar para um local para o qual não está designado. A ideia geral é oferecer aos clientes um sistema em escala que eles possam usar para identificar e reconhecer padrões de dados, vincular informações e análises de localização e usá-las em sistemas corporativos como o CRM”, explicou Dorai.

A plataforma também pode ajudar os gerentes de rede com a identificação de áreas onde o serviço sem fio é fraco e direcioná-los para implantações aprimoradas de ponto de acesso. Em termos de segurança, os clientes podem analisar os resultados analíticos e, potencialmente, identificar padrões incomuns de movimento entre dispositivos sem fio.

O DNA Spaces inclui também um portal cativo para envolver os visitantes e abrir o acesso à API que permitirá que terceiros o usem para criar novos aplicativos de negócios, além de informações operacionais mais profundas, como integração de dados de sensores ambientais e detecção de anomalias em dispositivos IoT.

Mitos e verdades sobre a aprendizagem do inglês

E-book por:

A oportunidade que a Cisco vê é em grande parte construída sobre o fato de que a empresa diz ter 25 milhões de pontos de acesso sem fio (incluindo seus dispositivos de acesso Meraki e Aironet) no campo que pode ser conectado ao Cisco DNA Spaces.

Além disso, um DNA Space sem integração com July está disponível desde o ano passado e já está em mais de 21 mil locais.

Todos os clientes sem fio da Cisco podem iniciar uma avaliação gratuita de 90 dias do DNA Space agora.

O crescimento monstruoso nas comunicações móveis é outra área que a Cisco está procurando explorar com a plataforma. Por exemplo, em seu mais recente Índice de Rede Visual (VNI), a Cisco disse que, globalmente, haverá cerca de 549 milhões de hotspots Wi-Fi públicos até 2022, acima dos 124 milhões de hotspots em 2017, um aumento de quatro vezes.

“Hotéis, cafés e restaurantes terão o maior número de hotspots até 2022 globalmente, e o crescimento mais rápido é nas unidades de saúde (hospitais), onde os hotspots triplicarão ao longo do período de previsão. O principal objetivo do Wi-Fi nos hospitais é melhorar a prestação de serviços de saúde e a produtividade da equipe, com um benefício secundário sendo o acesso à Internet para pacientes, suas famílias e seus convidados”, declarou a Cisco.

Article source: https://computerworld.com.br/2019/01/16/com-dna-spaces-cisco-mira-servico-de-geolocalizacao-para-empresas/

Commvault fecha parceria para trabalhar com sistemas hiperconvergentes da Cisco

A Commvault, empresa mundial em backup, recuperação e arquivamento de dados em ambientes híbridos, anuncia que sua tecnologia snapshot IntelliSnap foi testada e validada para trabalhar com os sistemas hiperconvergentes Cisco HyperFlexTM.

A solução protege cargas de trabalho de aplicações, sistemas de arquivos e virtual machines sem a necessidade de outras ferramentas, fornecendo aos clientes controle, simplificação e opções de arquitetura flexíveis que atenderão às suas necessidades de negócios.

O ScaleProtectTM com o Cisco UCS expande muitos dos recursos da plataforma Cisco HyperFlex com backup recovery. Com o mais amplo ecossistema de provedores integrados de nuvem pública, o ScaleProtect com Cisco UCS e o Cisco HyperFlex representam uma verdadeira plataforma com várias nuvens. Por oferecer suporte comprovado para aplicações empresariais como SAP Hana – para o qual a Commvault é certificada –, o ScaleProtect com Cisco UCS permite que os clientes executem aplicações de missão crítica no Cisco HyperFlex com a confiança de que seus dados e aplicações estejam disponíveis e sejam realizados backups dos mesmos.

O ScaleProtect emparelhado com o Cisco UCS e Cisco HyperFlex torna-se uma solução escalável e hiperconvergente, oferecendo backup recovery de nível corporativo para proteção end-to-end do data center baseado em Intent-based networking.

“A combinação de soluções da Commvault e da Cisco oferece aos clientes e parceiros a flexibilidade de proteger e mover dados rapidamente de e para qualquer plataforma de infraestrutura Cisco, como determina o negócio”, afirma Wenceslao Lada, vice-presidente de Alianças Globais da Commvault. “A ampliação de nossa parceria para integrar o IntelliSnap com a HyperFlex é mais um exemplo de como as duas empresas estão fortemente alinhadas na entrega de soluções simples e econômicas que resolvem problemas do mundo real enquanto impulsionam a receita para nossos parceiros conjuntos.”

“Continuamos a trabalhar com a Commvault para ajudar os clientes corporativos a reduzir custos e complexidade de TI e gerenciamento de dados, eliminando a necessidade de múltiplos produtos de software e hardware ou ferramentas de propósito único”, relata Vijay Venugopal, diretor sênior de gerenciamento de produtos da Cisco HyperFlex. “Alcançar o controle e a escala em um mundo de TI com várias nuvens é essencial para a modernização da infraestrutura e transformação digital. O Commvault IntelliSnap ajuda a fornecer esse controle e extende o valor da Cisco HyperFlex para ajudar os clientes a garantir que os dados estejam disponíveis, sejam móveis e recuperáveis em todo o cenário de TI”.

“Na era da análise de big data, machine learning e inteligência artificial, as ferramentas de backup permanecem muito antigas. As empresas precisam de análises modernas para impulsionar a inteligência e melhorar operações, insights sobre a capacidade de recuperação de aplicações e suporte abrangente para aplicações e ambiente com várias nuvens”, declara Naveen Chhabra, analista sênior da Forrester Research Inc. “Por isso, o mercado de resiliência de dados está liderado por mudanças significativas, e fornecedores como a Commvault estão liderando o caminho para alinhar-se ao avanço da tecnologia”.

Article source: https://www.itforum365.com.br/mercado/commvault-fecha-parceria-para-trabalhar-com-sistemas-hiperconvergentes-da-cisco/

Nave do Conhecimento do Alemão oferece cursos de fotografia e tecnologia

Por Portal UPPRJ

Nave do Conhecimento da Nova Brasília abre inscrições para cursos na área de tecnologia

Interessados podem se inscrever pelo site ou diretamente no local

A Nave do Conhecimento da Nova Brasília, no Complexo do Alemão, está com inscrições abertas, até o dia 11 de agosto, para os cursos gratuitos de Web Design, Fotografia, Tecnologia da Informação (It Essentials), CCNA I (Redes), Manipulação de Imagem (Photoshop), Iniciação Digital e Audiovisual. Os interessados podem se inscrever pelo site ou diretamente na Nave do Conhecimento, situada na Rua Nova Brasília, s/nº, Praça do Terço (ao lado do Cine Carioca). O início das aulas está marcado para o dia 18/8.

São 236 vagas, com prioridade para os moradores da área. É necessário que o candidato seja cadastrado na rede das Naves do Conhecimento. Esse processo pode ser feito de casa ou do trabalho, acessando o site citado acima, ou indo a uma das oito Naves do Conhecimento situadas nas zonas Norte e Oeste da cidade. A lista dos contemplados será publicada no site.

As turmas serão abertas a partir de um número mínimo de alunos. Um dos objetivos dos cursos é a formação de jovens e adultos em linguagens multimídia e o seu desenvolvimento pessoal, social, técnico, artístico e profissional. Com exceção do curso de Alfabetização Digital, que não possui critérios de idade e escolaridade, todos os outros cursos são para maiores de 14 anos e com nível de escolaridade igual ou superior ao 9º ano do Ensino Fundamental.

As aulas serão realizadas às terças e quintas-feiras (Fotografia, Manipulação de Imagem – Photoshop -, e Tecnologia da Informação – It Essentials); às quartas e sextas-feiras (Web Design); e somente na quarta-feira (Iniciação Digital – Informática nível 01 -, e CCNA I; e na quinta-feira (Audiovisual). Os horários são das 8h30 às 12h e das 14h às 17h30.

 

Article source: https://www.brasil247.com/pt/247/favela247/191649/Nave-do-Conhecimento-do-Alem%C3%A3o-oferece-cursos-de-fotografia-e-tecnologia.htm

Confirmado Encontro dos Tambores, Missa dos Quilombos e outros eventos em homenagem à Zumbi dos Palmares | AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Em 2017 a programação em homenagem à Zumbi dos Palmares, o Encontro dos Tambores, realizado pela União dos Negros do Amapá (UNA) inicia no dia 20 de novembro e segue até 29, com uma vasta agenda religiosa, cultural e festiva. Cultos afro-religiosos, debate, workshop, hip hop, Mais Belo e Bela Negra, e os tradicionais Missa dos Quilombos e apresentações das comunidades tradicionais irão movimentar o Centro de Cultura Negra do Amapá (CCNA) no bairro Laguinho, área central de Macapá, que se torna o palco das manifestações afrodescendente, ainda hoje mantidas nas comunidades rurais, quilombos e áreas urbanas tradicionais de Macapá.

 

A programação engloba os cultos de Tambor de Mina e Candomblé, que acontece no Espaço Afro-religioso, dentro do CCNA, quando o visitante pode acompanhar e conhecer mais sobre estas manifestações. A conscientização também é uma atividade valorizada, e debates e workshop irão acontecer nas escolas e outros ambientes, principalmente sobre a Lei 10.639. Paralelo a  esta programação, estará funcionado a Feira do Afroempreendedor, Praça de Alimentação, e exposições de elementos da cultura negra e artes plásticas.

 

Dia de Zumbi dos Palmares

 

No dia 20 de outubro, quando se comemora Zumbi dos Palmares, a programação inicia com a Caminhada Zumbi dos Palmares, que sai da praça Veiga Cabral, percorre o centro de Macapá e encerra no CCNA, onde às 19h começa a celebração da Missa dos Quilombos, seguida de show internacional com banda de Caiena. “A caminhada é o momento da culminância de um trabalho que fazemos antecipadamente nas escolas, com alunos, sobre igualdade, valorização e respeito com a cultura afrodescendente. Depois todos participam da Missa dos Quilombos”, explica Paulo Axé.

 

Aniversário da UNA

 

O aniversário de 31 anos da UNA é dia 25, quando ao amanhecer tem alvorada de fogos e café da manhã, workshop, e à noite, o rufar dos tambores, com instrumentos de todas as culturas afro manifestadas no Amapá, parabéns e corte do bolo. “São mais de três décadas que os pioneiros iniciaram a organização do movimento negro no Amapá, e entre os resultados estão as políticas públicas implantadas por instituições e gestões”, reconhece Iury Soledade. A realização da programação no Centro é de responsabilidade da UNA em parceria com instituições de cunho afrodescendente, que se organizam para o  tradicional calendário, e têm o apoio do Governo do Estado e Prefeitura de Macapá.

 

Missa dos Quilombos e Encontro dos Tambores

 

A Missa dos Quilombos e a apresentação das comunidades dançando marabaixo, zimba, batuque e sairé são os pontos fortes de concentração de famílias e grupos afrodescendente. A Missa é a celebração religiosa onde os cultos afros e católico são celebrados juntos, com cantos e rituais das duas religiões. Padre, pais e mães de santo, imagens e bandeiras fazem parte do ritual que acontece no Anfiteatro do CCNA. E durante quatro dias, 55 comunidades que preservam suas tradição  fazem suas apresentações, confraternizam e dançam juntos na roda.

 

Homenagem

 

Em razão do falecimento da  pioneira Raimunda Ramos, uma das responsáveis pela fundação do Centro, a Missa dos Quilombos será também em sua homenagem “Devemos muito à Raimundinha Ramos,  inclusive o Encontro dos Tambores e a Missa dos Quilombos, que vamos celebrar fazendo uma bela homenagem à ela, que se dedicava muito à este evento. Será uma justa homenagem. Vamos ainda apresentar a proposta do Projeto de Lei para que o Centro leve seu nome”, disse Iury Soledade, presidente da UNA.

 

PROGRAMAÇÃO

 

20 de Novembro

15h –  Caminhada Zumbi

Concentração na Praça Veiga Cabral

19h – Missa dos Quilombos

22h – Show Internacional

23h – Roda de Marabaixo e Batuque

Local: CCNA

21 de Novembro

18h – Batalha Hip Hop

19h – Concurso Mais Belo Negro e Mais Bela Negra do Amapá

Local: CCNA

22 de Novembro

19h – Cultos Afros (Tambor de Mina e Candomblé)

Local: CCNA

23 de Novembro

16h – Oficina de Percussão

19h – Movimento Abraça UMA

Local: CCNA

24 de Novembro

16h – Oficina de Percussão

Local: CCNA

25 de Novembro – Aniversário de 31 anos da UNA

6h – Alvorada com fogos

08h – Café da manhã

09h – Workshop “O negro no Contexto Politico, Social e Econômico”

19h – Rufar dos Tambores, parabéns e corte do bolo

20h – Show com a banda Afro Brasil

Local: CCNA

De 26 à 29 de Novembro

15h – Visita de escolas estaduais e municipais para debate sobre a Lei 10.639, que leva o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana para as escolas.

19h – Apresentação das Comunidades

Local: CCNA

Mariléia Maciel

Article source: https://chicoterra.com/2017/11/08/confirmado-encontro-dos-tambores-missa-dos-quilombos-e-outros-eventos-em-homenagem-a-zumbi-dos-palmares/

Por que adquirir Splunk ou Nutanix seria uma boa opção para a Cisco

A Cisco poderia explorar a opção de aquisição da Splunk ou da Nutanix em 2019, como parte de seus planos de transformação.

Essa é a opinião de Matthew Hedberg, analista do banco de investimentos RBC Capital, que apoiou o fornecedor para continuar sua onda de aquisições, em torno das principais áreas de foco de software, nuvem, rede e segurança.

Em particular, Hedberg citou a Splunk, fornecedora de plataforma para inteligência operacional, como um alvo de aquisição lógica, dada a profunda especialização da empresa no campo da análise de dados, considerada complementar à aquisição da AppDynamics em 2017.

Finalizado em março de 2017, o acordo de US$ 3,7 bilhões concentrou-se em explorar o aplicativo de nuvem e a plataforma de monitoramento de negócios da AppDynamics em uma tentativa de aumentar a visibilidade para os clientes em todo portfólio de tecnologias da Cisco.

Como resultado, Hedberg disse que a adição da Splunk acrescentaria mais credibilidade à evolução das ofertas de dados da Cisco no mercado.

“Dada a importância da análise de dados e dados (mesclar Splunk e AppDynamics), criaria uma plataforma de gerenciamento de dados de primeira linha”, disse Hedberg, destacado em relatório enviado a clientes nesta semana.

furacão satélite

“Com cerca de 50% dos casos de uso da Splunk sendo relacionados a segurança, comprar a empresa também ajudaria a Cisco a se aprofundar na segurança”, apontou o especialista.

Por outro lado, Hedberg também revisitou as especulações anteriores sobre o futuro da Nutanix, insistindo que uma potencial aquisição aumentaria a posição da Cisco dentro de uma indústria crescente em hiperconvergência.

No entanto, essa conversa na mídia sobre a Nutanix não é novidade, tendo surgido dias após a Hewlett Packard Enterprise (HPE) ter revelado planos para adquirir a SimpliVity em um negócio de US$ 650 milhões no início de 2017.

Conquistar o público é essencial para um negócio. Mas como fazer isso?

E-book por:

“A Cisco tem opções limitadas para lidar com as lacunas de seu portfólio e pode recorrer à Nutanix para uma solução”, escreveu Ittai Kidron, analista da Oppenheimer, na época.

Com a Cisco naturalmente quieta em todas as fusões e aquisição, o tempo dirá se a gigante da rede buscará a Splunk ou a Nutanix para complementar seu portfólio.

O que é certo, no entanto, é a aquisição da Luxtera, uma fornecedora de semicondutores com sede na Califórnia (EUA), no valor de US$ 660 milhões em dinheiro.

Anunciada pela Cisco em dezembro de 2018, a Luxtera usa fotônicos de silício para criar recursos óticos integrados para data centers e mercados corporativos e segmentos de mercado de provedores de serviços.

Como resultado, o fornecedor planeja incorporar a tecnologia da Luxtera em todo o seu portfólio de rede baseado em intenção, abrangendo os mercados de empresas, data centers e provedores de serviços.

Article source: https://computerworld.com.br/2019/01/15/por-que-adquirir-splunk-ou-nutanix-seria-uma-boa-opcao-para-a-cisco/

Calendário – Cisco Connect chega ao Brasil pela primeira vez

Compartilhe

Twitter
Facebook
Linkedin

Article source: https://www.callcenter.inf.br/calendario/67426/cisco-connect-chega-ao-brasil-pela-primeira-vez/ler.aspx