20 de May de 2019

Cisco emite aviso crítico de segurança para data-centers…

A Cisco emitiu cerca de 40 alertas de segurança hoje, mas apenas um deles foi considerado “crítico” – uma vulnerabilidade no switch do data center Cisco Nexus 9000 Series Application Centric Infrastructure (ACI) que poderia permitir que um invasor acessasse secretamente os recursos do sistema.

A exposição, que recebeu uma importância de 9.8 de 10 do Common Vulnerability Scoring System, é descrita como um problema com o gerenciamento de chaves SSH (Secure Shell) para o Cisco Nexus 9000 que permite que um invasor remoto se conecte ao sistema afetado com o privilégios de um usuário root, disse Cisco.

“A vulnerabilidade é devido à presença de um par de chaves SSH padrão presente em todos os dispositivos. Um invasor pode explorar essa vulnerabilidade abrindo uma conexão SSH via IPv6 em um dispositivo de destino usando os materiais de chave extraídos. Esta vulnerabilidade é explorável apenas por IPv6; O IPv4 não é vulnerável “, escreveu a Cisco.

Esta vulnerabilidade afeta o Nexus 9000s se eles estiverem executando uma versão de software do Cisco NX-OS anterior à 14.1, e a empresa disse que não havia soluções alternativas para resolver o problema.

# Como remover programas indesejados que causam lentidão no celular
# Ministro do Reino Unido diz que “vazamento de discussões sobre Huawei é inaceitável”
# Deepin: o Linux que pode substituir o Windows

No entanto, a Cisco lançou atualizações gratuitas de software que abordam a vulnerabilidade.

A empresa também emitiu um aviso de alerta de segurança “alto” para o Nexus 9000 que envolve uma exploração que permitiria que invasores executassem comandos arbitrários do sistema operacional como root em um dispositivo afetado. Para ter sucesso, um invasor precisaria de credenciais de administrador válidas para o dispositivo, segundo a Cisco.

A vulnerabilidade se deve a permissões excessivamente amplas de arquivos de sistema, escreveu a Cisco. Um invasor pode explorar essa vulnerabilidade, autenticando-se em um dispositivo afetado, criando uma sequência de comandos criada e gravando essa sequência criada em um local de arquivo específico.

Article source: https://smartunado.com.br/cisco-emite-aviso-critico-de-seguranca-para-data-centers-nexus/

Com o Wi-Fi 6, Cisco inicia nova era das redes sem fio – INFOR CHANNEL – O ponto de encontro da comunidade de TI

A Cisco acaba de anunciar soluções para ajudar os clientes a entrar na nova era da conectividade sem fio. O Wi-Fi 6 (também conhecido como 802.11ax), novo padrão para redes Wi-Fi, está redefinindo as possibilidades para empresas, impulsionando uma nova era de experiências imersivas sem fio e conectando bilhões de coisas. A Cisco também está expandindo o mais amplo portfólio de rede Campus da indústria ao oferecer um switch Core feito sob medida para redes em escala e orientadas à nuvem. Combinando software potentes de automação e analíticos com uma gama completa de switches, pontos de acesso e controladores de última geração para rede Campus, a Cisco oferece a única arquitetura fim-a-fim, pensada para o massivo e crescente volume de conexão sem fio, da indústria.

Desenvolvidos com os mesmos fundamentos de inovações sem fio do 5G, esses novos padrões irão transformar a maneira como empresas e pessoas interagem com o mundo. Além de ser significativamente mais rápido, o Wi-Fi 6 entrega uma capacidade até 400% maior e é mais eficaz em ambientes de alta densidade, tais como anfiteatros, estádios e até salas de conferência. A latência é muito menor, permitindo casos de uso que demandam aplicações em tempo real. O Wi-Fi 6 também permite menos uso de bateria dos dispositivos conectados e proporciona uma experiência de usuário melhor e mais previsível.

A Cisco lança hoje diversos produtos e parcerias para que as empresas possam oferecer uma experiência genuinamente desplugada e ininterrupta.

Wi-Fi 6 Access Points: Novos access points nos portfólios Catalyst e Meraki, fornecem o novo padrão de Wi-Fi 6 e vão além. Baseados em chipsets customizados e programáveis e acesso a recursos analíticos líderes de mercado, os mais recentes pontos de acesso (APs – access points) da Cisco proporcionam uma rede sem fio mais inteligente e segura. Os novos APs também são multilíngues, com a capacidade de se comunicarem uti lizando múltiplos protocolos de IoT, incluindo BLE, Zigbee e Thread.

Switch Core para rede de campus: a Cisco eleva o patamar com o Catalyst 9600 da família de switch core, que será a base central e fundamental para a operação bem-sucedida de qualquer rede. Para proporcionar uma rede sem fio mais segura e eficiente, as organizações precisam de uma única malha (Fabric) que unifique as redes cabeadas e sem fio. Desenvolvido como a evolução do Catalyst 6000, o mais bem-sucedido produto de rede da história da internet, o novo Catalyst 9600 será a base para a próxima geração de redes corporativas baseadas em intenção.

Novos recursos para desenvolvedores: Wi-Fi 6 e 5G representam uma incrível oportunidade para os desenvolvedores. Para ajudá-los a criar as experiências imersivas que esses novos níveis de conectividade prometem, a Cisco DevNet está lançando um novo centro de desenvolvimento sem fio. A DevNet, rede de desenvolvedores da Cisco, oferece os laboratórios de aprendizagem, sandboxes e recursos necessários para os desenvolvedores criarem aplicativos sem fio disruptivos. As soluções Catalyst e Meraki são plataformas abertas e programáveis, chegando ao nível do chi pset, permitindo assim que os aplicativos tomem vantagem da capacidade de programação de rede de uma maneira totalmente nova e muito interessante.

Novas parcerias no Ecossistema: antes do lançamento dos access points para Wi-Fi 6, a Cisco completou testes de interoperabilidade com Bradcom, Intel e Samsung para endereçar as deficiências inevitáveis que vem com um novo padrão. Samsung, Boingo, GlobalReach, Presidio e outros também estão aderindo ao projeto Open Roaming, comandado pela Cisco, para solucionar um dos principais problemas da tecnologia sem fio atualmente. O consórcio visa a facilitar a transmissão segura e imperceptível entre redes Wi-Fi e LTE, bem como a conexão à serviços Wi-Fi públicos.

“Cada salto na conectividade gerou uma onda de inovações profundas. O 5G e o Wi-Fi 6 representam uma nova era da conectividade”, afirma David Goeckeler, vice-presidente executivo e gerente geral da Divisão de Redes e Segurança da Cisco. “Os desenvolvedores já estão criando a próxima geração de experiências imersivas usando conexão sem fio. Com bilhões de coisas conectadas à rede, esse crescimento criará uma complexidade sem precedentes para a TI. A Cisco está construindo uma arquitetura de rede multidomínio para reduzir essa complexidade para a TI, fazendo com que os CIOs cumpram suas agendas de inovação.”

Padrão sem fio, orientado à nuvem, com otimização por dados

O Wi-Fi 6 e o 5G representam uma oportunidade enorme, mas requerem que as empresas enfrentem grandes desafios. Hoje, nosso escritório é qualquer lugar onde trabalhamos. Os usuários estão mais dependentes das experiências móveis e não toleram paralisações. Para atender a essas demandas, a rede precisa ser:

A conexão primária é sem fio (wireless first): hoje, as tecnologias móveis estão impulsionando o crescimento econômico – tornando mais fácil que trabalhadores colaborem, que consumidores comprem, que estudantes aprendam – em qualquer lugar. Para propiciar uma ótima experiência sem fio, a TI precisa olhar para além do Wi-Fi e solucionar todos os pontos da experiência fim-a-fim – impulsionando segurança, confiabilidade e desempenho com consistência.

Orientado à nuvem: a nuvem permite uma escala inédita. A Cisco utiliza a nuvem para entregar inovações com mais rapidez. A nuvem também ajuda a TI deixar de ser reativa para se tornar proativa, pois dá acesso a informações globais e melhores práticas que ajudam a lidar com problemas antes que eles afetem os usuários.

Otimização por dados: a rede oferece milhões de pontos de dados que contextualizam sobre usuários, suas experiências e suas vulnerabilidades. Usando analíticos potentes, conseguimos criar novas soluções que otimizem as operações de TI, suportem melhores decisões de negócio, forneçam soluções inovadoras seguras e que engajem os clientes de maneiras mais efetivas.

Nos últimos dois anos, a Cisco desenvolveu seu portfólio de redes baseadas em intenção para preparar os clientes para os desafios do futuro. Os novos pontos de acesso e switches campus da Cisco são projetados especificamente para redes baseadas em intenção e representam o auge dos esforços da Cisco para reinventar seu portfólio inteiro de acesso.

Disponibilidade, recursos para desenvolvedores e serviços
Os pontos de acesso Catalyst e Meraki, e o Catalyst 9600 já estão disponíveis para encomenda.
A Cisco DevNet está lançando um novo centro de desenvolvedores sem fio, construído para ajudar os desenvolvedores a criarem aplicações para um mundo com acesso primário sem fio (wireless first). As soluções Catalyst e Meraki são plataformas abertas e programáveis, chegando ao nível do chipset, permitindo assim que os aplicativos tomem vantagem da capacidade de programação de rede de uma maneira totalmente nova e muito interessante.

A Cisco Services pode ajudar os clientes a migrar, adotar, instalar e gerenciar com eficiência e segurança as soluções de rede baseada em intenção de última geração. Isso permite que os clientes inovem com mais velocidade, permaneçam competitivos, agreguem mais valor e obtenham retorno sobre o investimento mais rapidamente.

A Cisco Capital oferece opções de pagamento centradas no cliente via parceiros para acelerar e facilitar a adoção de novas tecnologias.

Materiais adicionais:

• Blog executivo: desconectado e ininterrupto: o que está conduzindo as redes hoje (Scott Harrell)
• Blog executivo: seu catalisador para o passado, presente e futuro (Sachin Gupta)
• Blog Executivo: OpenRoaming: Roaming Automático e Perfeito em Wi-Fi 6 e 5G (Matt MacPherson)
• Vídeo: Os clientes precisam estar conectados para o surgimento do 5G e do Wi-Fi 6 (Sachin Gupta)
• Vídeo: o Wi-Fi 6 melhora a largura de banda e a densidade do cliente para impulsionar o futuro sem fio (Todd Nightingale)

A Cisco, empresa mundial em tecnologia, que tem feito a internet funcionar desde 1984. Seus colaboradores, produtos e parceiros ajudam a sociedade a se conectar com segurança e a aproveitar hoje as oportunidades da transformação digital do futuro.

Serviço

http://americas.thecisconetwork.com/site/index/lang/pt/

Article source: https://inforchannel.com.br/2019/05/02/cisco-da-inicio-a-nova-era-das-redes-sem-fio-com-o-wi-fi-6/

Cisco aproxima canais para proporcionar a transformação digital nos clientes – INFOR CHANNEL – O ponto de encontro da comunidade de TI

Aproximar e trazer a expertiese entre parceiros, sob o conceito “parter to partner” é a estratégia da Cisco no Brasil. Há cerca de um ano, a companhia adotou a prática e já apresenta resultados. Tanto é assim que recentemente a empresa contratou um profissional para estreitar a relação entre os parceiros para garantir uma oferta mais assertiva ao cliente. O objetivo é proporcionar a inovação em setores alvo, mapeando os parceiros que têm experiência nos segmentos de saúde, educação, transporte, manufatura, financeiro, serviços em geral e energia.

“Queremos replicar o conhecimento dos canais para os clientes usando as melhores práticas do Centro de Inovação Cisco e assim prepara-los para a transformação digital em todos os setores”, explica Marcelo Ehalt, diretor de Canais da Cisco. Ele lembra que no País já existem muitas iniciativas de transformação digital a exemplo de melhorias na iluminação pública, mudando o comportamento de algumas cidades e até do cidadão.

Portanto, a visão da Cisco é adotar uma tendência de desenvolvimento de parceiros que atendam diretamente as dores dos clientes, com profissionais multidisciplinares, não só de tecnologia, como também de áreas que entendam a necessidade de uma solução que faça sentido para proporcionar a transformação digital.

Dessa forma, durante o primeiro dia do Cisco Connect, realizado em São Paulo, nesta quarta-feira, 19 de setembro, a Logicalis, gold partner Cisco, é um dos parceiros estratégicos que está investindo para alavancar a transformação digital.

“Temos feito um grande investimento em inovação, um plano que começou em 2008, com a criação de uma área de software, com mais de 60 pessoas em Campinas, hoje temos uma área de PD com o desenvolvimento de plataformas e aplicações. Além disso, criamos uma área de desenvolvimento de hardware para sensores, muito focada para IoT, entramos em novas verticais, como agronegócio há dois anos, contratando engenheiros agrônomos”, comenta Lucas Pinz, diretor de transformação digital da Logicalis. A Logicalis também está desenvolvendo projetos piloto combinando blockchain e IoT para a rastreabilidade, usando smart contracts. Foram mais de R$ 50 milhões de reais em investimentos ao longo dos três últimos anos e, segundo , grande parte foi dedicado a IoT.

“Esse ano, fechamos um dos maiores projetos de iluminação do mundo, que é o Smart City de Belo Horizonte, com o fornecimento de todos os equipamentos da Cisco. Dessa forma, passamos a exportar tecnologia desenvolvida no Brasil para a Europa  com um projeto de coleta de lixo reciclável, desenvolvido em Granada (Espanha), totalmente desenvolvido pela equipe de Campinas e que está sendo replicado para Cambridge”, comenta Pinz quando lembra de outros projetos internacionais com expertiese nacional, como China e Estados Unidos.

Para ele, a transformação digital exige conhecimento do negócio. Portanto, não adianta falar de IoT ou tecnologias para o cliente sem saber as dores do cliente. Entre clientes atendidos pela parceria Cisco/Logicalis, está o caso de manutenção prediditva da Renault do Brasil. “Para chegar nesse projeto, passamos por um longo processo para entender a real necessidade do cliente que, no caso, é o operador da máquina”.

Luciano Barcellos, vice-presidente de vendas globais da Nexa, acredita que a tecnologia é o meio para a transformação digital onde o usuário é o protagonista. “A Nexa hoje conta com três empresas de transformação digital em áreas distintas: logística, health care e manufatura. Na área de logística, em parceria com a B1, em San José, desenvolvemos uma solução de entretenimento a bordo dentro de um roteador da Cisco, integrando telemetria, vídeo analytics, gerando um BI para uma das empresas de transporte de ônibus”, explica.

Também em 2017, a Nexa criou a Smart Care – empresa de saúde, onde os médicos de atenção primária são sócios da companhia – voltada para reduzir o custo da sinistralidade das empresas de saúde. A companhia conta atualmente com mais de 80 mil pacientes crônicos em seu ambiente. “Atualmente, quase 80% das posições de contact center da organização é formada por enfermeiras fazendo o relacionamento com pacientes, muitas vezes acamados, reduzindo a sinistralidade”.  Por fim, a terceira empresa criada pela Nexa, atendendo a necessidade da transformação digital, é a Blue Field, no segmento de manufatura, com o apoio do Centro de Inovação Cisco.

Renato Carneiro, presidente da 2S, acredita que tecnologia é apenas um dos pilares para a transformação digital, uma vez que o principal agente é a mudança cultural das organizações. “Começamos a prover a transformação digital há cerca de quatro anos e hoje, parte de nossas soluções também estão no Centro de Inovação Cisco”.

Um dos projetos desenvolvidos pela companhia em parceria com a Cisco foi  a gestão de minas, com sensores de qualidade do ar, câmeras e IoT, wi-fi da Cisco para monitoramento do ambiente da mineração, aumentando a produtividade da mineradora, com uma mina subterrânea com 400 metros de profundidade e 2,5 km de extensão. Assim, somente em energia o custo do projeto se pagou em um ano, somente com um dos benefícios que foi a redução pela metade do tempo de ventilação dentro da mina depois da detonação.

Article source: https://inforchannel.com.br/2018/09/20/cisco-aproxima-canais-para-proporcionar-a-transformacao-digital-nos-clientes/

Conheça Grupos de TI no Telegram

Loading…

Article source: https://sempreupdate.com.br/conheca-grupos-de-ti-no-telegram/

Fechar

Tempo de leitura 2 minutos

A Cisco lançou um relatório afirmando que 10% do PIB mundial estará de alguma forma representado em blockchains. Isso significa que alguns trilhões de dólares serão movimentados com essa nova tecnologia.

Grande oportunidade

No seu relatório, a Cisco ressalta que estamos passando por uma mudança para a “era da economia programável”, criando mais eficiência e baixando os custos e riscos de fazer negócios em todo o mundo.

A estrutura aberta, automatizada e descentralizada do blockchain pode contribuir para a criação desse tipo de economia. Foi calculado que pelo ano de 2030 essa automatização poderá gerar em valor cerca de 3 trilhões de dólares.

E o que estamos vendo é a utilização dessa base de dados descentralizada em diversas situações distintas e sendo testada por algumas grandes corporações:

Setores que serão afetados

Muitos setores serão afetados por essa nova estrutura de disposição de dados.

A digitalização de ativos para a criação de cadeias de confiança e movimentação mais rápida desses assets parece ser uma tendência:

“Tecnologias baseadas em blockchain podem criar bases de confiança em empresas por meio da digitalização de processos, tokenização de ativos e codificação de contratos complexos.”

A Cisco mostra que o setor de logística poderia ser afetado pela tecnologia de blockchain, que permite o acompanhamento transparente de toda a cadeia de suprimentos.

Mas não para por aí, o relatório ainda prevê que o blockchain será a fundação ideal para a Internet das Coisas (IoT), eliminando pontos de falha e criando modelos seguros nos quais os dispositivos podem confiar.

Com tamanho nível de digitalização e automação as cidades poderão implementar melhores políticas públicas, reduzir o consumo de recursos e compartilhar dados importantes com terceiros.

Como isso vai acontecer?

A Cisco diz ainda indica qual caminho que essa tecnologia deve tomar para alcançar seu completo potencial:

” para liberar todo o potência [do blockchain], é necessário que ele se baseie em alguns padrões que reúnam as complexas necessidades das empresas”

A interoperabilidade de diferentes blockchains ainda não foi alcançada, um protocolo único ou um padrão global de comunicação ainda necessita emergir para que essa automatização aconteça em níveis globais.

Enfim, se esse caminho for seguido é necessário ainda tomar cuidado com a privacidade dos usuários, o blockchain é apenas a junção de algumas tecnologias, como ele será utilizado depende apenas de nós.

Article source: https://cointimes.com.br/10-do-pib-mundial-estara-em-blockchain-diz-cisco/

Cisco anuncia soluções de rede wireless voltadas ao Wi-Fi 6

A Cisco anunciou soluções de Wi-Fi 6, também conhecido como 802.11ax, o novo padrão para redes wireless. A empresa espera que, combinando software de automação e analíticos com uma gama de switches, access points e controladoras de última geração, seja capaz de oferecer arquitetura fim-a-fim e de olho no crescente volume de conexão sem fio da indústria.

Huawei lança AirEngine, nova marca de Wi-Fi para mercado corporativo

Além de ser significativamente mais rápido, o Wi-Fi 6 entrega capacidade até 400% maior e é mais eficaz em ambientes de alta densidade, tais como estação de metrô, estádios e até salas de conferência. A latência é muito menor, permitindo casos de uso que demandam aplicações em tempo real. O Wi-Fi 6 também permite menos uso de bateria de dispositivos.

Confira os produtos lançados pela Cisco hoje:

  • Wi-Fi 6 Access Points: Novos access points nos portfólios Catalyst e Meraki já no novo padrão. Baseados em chipsets customizados e programáveis e acesso a recursos analíticos, os APs da Cisco proporcionam uma rede sem fio mais inteligente e segura.

  • Switch Core para rede de campus: A fabricante também apresentou o Catalyst 9600 da família de switch core.

A Cisco também anunciou recursos para desenvolvedores através do DevNet, que está lançando um novo centro de desenvolvimento sem fio. Junto a isso, há o anúncio de novas parcerias de interoperabilidade com Broadcom, Intel e Samsung.

Article source: https://ipnews.com.br/cisco-anuncia-solucoes-de-rede-wireless-voltadas-ao-wi-fi-6/

Cisco dá “pontapé de saída” para a geração Wi-Fi 6 com novas soluções empresariais

As grandes tecnológicas começam a introduzir nas suas infraestruturas soluções integradas baseadas na quinta geração mobile, atualizando as redes wireless com a tecnologia Wi-Fi 6. A Cisco anunciou novas “soluções inovadoras” para ajudar as organizações a adotarem esta nova era de conectividade sem fios, o que vai permitir a ligação de mil milhões de objetos, refere o comunicado.

A Cisco está a ampliar o seu portfólio de redes para o campus “mais completo da indústria”, introduzindo uma nova gama de switches, pontos de acesso e controladores de próxima geração, tendo como objetivo oferecer uma arquitetura end-to-end sem fios “wireless-first” da indústria, baseados nas mesmas inovações fundamentais do 5G.

Entre as soluções reveladas pela gigante tecnológica, estão pontos de acesso Wi-Fi 6 (do catálogo Catalyst e Meraki), prometendo processadores programáveis personalizados e acesso a capacidades analíticas inovadoras. O hardware suporta redes sem fios inteligentes e seguras, ajudando os utilizadores a poupar a bateria dos seus equipamentos conectados. O sistema de ponto de acesso da Cisco suporta vários protocolos de comunicação de IoT, como o BLE, Zigbee e Thread.

Outro produto preparado para a nova geração é o Switch central, da família Catalyst 9600, que serve de base a qualquer rede. Esta será a única estrutura de rede que as empresas necessitam para combinar uma rede wireless com uma com fios. A Cisco garante ainda novos recursos para programadores e uma colaboração mais estreita com a indústria, suportando as soluções da Samsung, Intel e Broadcom.

O Wi-Fi 6 vai introduzir, na teoria, velocidades de 9,6 Gbps, mais 3,5 Gbps do que a anterior geração Wi-Fi. Mais que velocidades rápidas, as ligações vão ser mais estáveis e consistentes, e essa talvez seja a característica mais importante do Wi-Fi 6. No entanto, há que tomar atenção de que apenas os equipamentos compatíveis funcionam com Wi-Fi 6, pois isso, será necessário substituir todos os dispositivos envolvidos, desde os smartphones, routers, etc.

Article source: https://tek.sapo.pt/noticias/internet/artigos/cisco-da-pontape-de-saida-para-a-geracao-wi-fi-6-com-novas-solucoes-empresariais

Sucesso do 5G vai depender de nova tecnologia WiFi, diz Cisco

(Bloomberg) — O setor de tecnologia tem destacado as vantagens das redes celulares 5G, mas a Cisco Systems avisa que a prometida revolução em conectividade vai depender, em grande parte, de uma fonte mais prosaica: do WiFi.

Uma nova versão da onipresente tecnologia de conexão de curto alcance está sendo lançada este ano, chamada de WiFi 6. A nova tecnologia terá capacidade de conectar muito mais dispositivos a um ponto de acesso, com velocidades de dados e tempos de resposta muito mais rápidos, segundo os defensores da nova versão, refletindo as promessas do celular 5G.

Embora o 4G ofereça internet móvel de alta velocidade aos consumidores, houve pouco esforço para que funcionasse com o WiFi e isso reduziu seu potencial de transformar os negócios, segundo Gordon Thomson, vice-presidente de vendas de redes corporativas da Cisco. Desta vez, como as duas tecnologias serão lançadas este ano, as redes estarão repletas de aparelhos eletrônicos que falam com outros eletrônicos, não apenas com smartphones, e por isso o WiFi será crucial, disse.

“Até o momento, conectamos pessoas e dispositivos”, disse Thomson. “Agora estamos caminhando para um mundo de coisas conectadas. Acredito que isso vai impulsionar a transformação dos negócios que acreditamos estar a caminho.”

Uma das maiores fabricantes de equipamentos que são a espinha dorsal de redes corporativas e da internet, a Cisco estima que 50% do tráfego de dados da internet seja transportado por WiFi. Os telefones precisam ser capazes de fazer uma transição perfeita entre o celular e o WiFi. Os pontos de acesso WiFi se tornarão mais importantes à medida que conectam tudo, como sinais luminosos de produtos que mostram às empresas exatamente onde estão pequenos itens em seus depósitos, sensores embutidos em prédios que ajustam a temperatura às preferências pessoais e sensores em hospitais que indicam se visitantes ou funcionários estão lavando as mãos de forma correta.

A Cisco, uma das maiores fornecedoras desses pontos de acesso para empresas, está oferecendo novos dispositivos de acesso WiFi 6, máquinas de comutação de núcleo para direcionar melhor o tráfego, e tem parcerias com empresas como Samsung Electronics para garantir que o roaming entre celulares e WiFi ocorra sem interrupções, disse Thomson.

Passageiros da Carnival têm trazido mais dispositivos conectados aos navios e exigindo melhores serviços, disse Reza Rasoulian, responsável por projetos de conectividade da operadora de cruzeiros. Um navio de grande porte terá até 5.000 pontos de acesso para atender essa demanda, disse.

A empresa busca novas tecnologias de rede para diminuir o número de roteadores sem fio instalados e habilitar serviços como rastreamento, bagagem e automatizar outros aspectos do gerenciamento de navios, disse. A tarefa é particularmente difícil porque a tecnologia sem fio enfrenta grandes desafios a bordo – alta demanda e muita interferência de rádio. Melhorias no WiFi 6 e novos recursos de gerenciamento, como a capacidade de rastrear com mais cuidado o tráfego de dados e utilização, devem ajudar a implementação, afirmou.

“Temos muitos navios, muitos convidados e muito metal”, disse. “Está muito melhor do que há cinco anos. A indústria ainda tem trabalho pela frente? Sim.”

Article source: https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2019/04/29/sucesso-do-5g-vai-depender-de-nova-tecnologia-wifi-diz-cisco.htm

Comstor oferece certificações Cisco em abril de 2019

Comstor, unidade de negócios da Westcon-Comstor Americas especializada em ecossistemas Cisco, oferece em abril os seguintes cursos:

ICND1 – Interconnecting Cisco Networking Devices Part 1
Certificação: 640-802 Ccna

Data: 8 a 12/4/2019
Local: São Paulo – SP
Horário: 9h – 18h

Público-alvo: este curso é recomendado para candidatos à certificação Ccna.

Preço: Consulte-nos e confira os preços especiais para canais de revendas.
Tel.: +55 11 5186-4300
Inscrições: treinamento.br@westconcomstor-la.com

http://br.comstor.com/content/academy

Icnd2 – Interconnecting Cisco Networking Devices Part 2
Certificação: 640-802 Ccna

Data: 22 e 26/4/2019
Local: São Paulo – SP
Horário: 9h – 18h

Público-alvo: candidatos à certificação Ccna.

Preço: Consulte-nos e confira os preços especiais para canais de revendas.
Tel.: +55 11 5186-4300
Inscrições: treinamento.br@westconcomstor-la.com

http://br.comstor.com/content/academy

Article source: https://inforchannel.com.br/2019/03/30/comstor-oferece-certificacoes-cisco-em-abril-de-2019/

Comstor oferece certificações Cisco em maio de 2019

A Comstor, unidade de negócios da Westcon-Comstor Americas especializada em ecossistemas Cisco, oferece em maio os seguintes cursos:

ICND2 – Interconnecting Cisco Networking Devices Part 2
Certificação: 640-802 CCNA

Data: 06 a 10/05/2019
Local: São Paulo – SP
Horário: 09:00 – 18:00

Público-alvo: candidatos à certificação CCNA.

Preço: Consulte-nos e confira os preços especiais para canais de revendas.
Inscrições: treinamento.br@westconcomstor-la.com
Website:http://br.comstor.com/content/academy

WIFUND – Implementing Cisco Wireless Network Fundamentals

Data: 06 a 10/05/2019
Local: São Paulo – SP
Horário: 09:00 – 18:00

Público-alvo: este curso é destinado aos profissionais que estão envolvidos na gestão técnica em soluções Cisco WLAN, que envolve as atividades de instalação, configuração, operação e solução de problemas. Esse público inclui: Engenheiros de rede; Administradores.

Preço: Consulte-nos e confira os preços especiais para canais de revendas.
Inscrições: treinamento.br@westconcomstor-la.com
Website: http://br.comstor.com/content/academy

ICND1 – Interconnecting Cisco Networking Devices Part 1
Certificação: 640-802 CCNA

Data: 27 a 31/05/2019
Local: São Paulo – SP
Horário: 09:00 – 18:00

Público-alvo: este curso é recomendado para candidatos à certificação CCNA.

Preço: Consulte-nos e confira os preços especiais para canais de revendas.
Inscrições: treinamento.br@westconcomstor-la.com
Website: http://br.comstor.com/content/academy

Article source: https://inforchannel.com.br/2019/04/26/comstor-oferece-certificacoes-cisco-em-maio-de-2019/