28 de January de 2021

Os orçamentos de privacidade dispararam em 2020.

A privacidade de dados se tornou a principal área de responsabilidade dos profissionais de segurança. Antes do Data Privacy Day em 28 de janeiro, o Data Privacy Benchmark Report de 2021 da Cisco também descobriu que 74% dos mais de 4.400 profissionais de segurança pesquisados ??no verão passado, de 25 países, viram uma correlação direta entre os investimentos em privacidade e a capacidade de mitigar perdas de segurança.

Talvez não seja surpreendente que os orçamentos de privacidade dobraram em 2020 para uma média de US$ 2,4 milhões, e as organizações agora têm mais recursos focados na privacidade, de acordo com o relatório da Cisco.

Em 2020, a mudança de trabalho e vida para formato remoto trouxe novos desafios e requisitos de segurança para os quais a maioria das organizações não estava preparada. Colossais 93% das organizações recorreram a suas equipes de privacidade para ajudar a navegar e orientar a resposta à pandemia, disse o relatório.

Além disso, as habilidades de privacidade se tornaram uma capacidade central entre os profissionais de segurança, e mais de um terço disse que é uma de suas principais áreas de responsabilidade, aponta a pesquisa.

A pandemia teve um impacto significativo na forma como as pessoas trabalham e fazem as coisas, “o que coloca muito estresse nas organizações” em termos de como elas pensam e compartilham informações sobre o coronavírus, disse Robert Waitman, diretor de privacidade de dados da Cisco.

Noventa e um por cento dos entrevistados disseram que pelo menos um quarto de seus funcionários trabalhavam remotamente e 59% disseram que não estavam preparados para a mudança, assim como as obrigações de privacidade e segurança, Waitman observou.

Além disso, 60% disseram estar preocupados com o fato de que a proteção da privacidade das ferramentas que eles deveriam usar “não são adequadas [?] então é um trabalho pesado para as organizações chegarem lá e as equipes de privacidade foram convocadas para agir em conjunto”.

A pesquisa também descobriu que a privacidade de dados se tornou a principal área de responsabilidade dos profissionais de segurança, com 34% dos entrevistados afirmando que a privacidade é uma de suas competências essenciais.

“A maior surpresa [...] é o quão fortemente a privacidade foi mantida”, disse Waitman. “Tivemos uma ameaça fundamental durante a pandemia e muitas pessoas mantiveram a privacidade. Eles ajudaram a orientar a resposta organizacional.”

As pessoas queriam muito poucas mudanças nas proteções, apesar dos desafios que enfrentavam, disse ele. “Isso é um grande negócio”, e prevê o que o futuro reserva. “Conforme superamos isso, as proteções de privacidade foram mantidas e permanecerão conosco por muito tempo.”

 

Principais preocupações de privacidade

Em termos de casos de uso específicos, 57% dos entrevistados disseram que apoiavam a necessidade dos empregadores por informações de saúde para manter seus locais de trabalho seguros, mas a maioria dos outros casos de uso foram apoiados apenas por uma minoria dos entrevistados, disse o relatório.

Isso incluía rastreamento de localização, rastreamento de contato, relaxamento das restrições médicas, divulgação de informações sobre indivíduos infectados e uso de informações individuais para pesquisa.

“As pessoas continuam a querer que qualquer uso de seus dados pessoais seja muito limitado e estritamente controlado. Suas principais preocupações eram consistentes com os princípios fundamentais de privacidade – transparência, justiça e responsabilidade. Especificamente, eles estavam preocupados que seus dados fossem usados ??para fins não divulgados e não relacionados, que fossem vendidos ou compartilhados com terceiros para fins de marketing ou que não seja excluído quando não for mais necessário.” aponta o relatório.

Em termos de compartilhamento de dados durante a pandemia, 31% dos entrevistados disseram que temiam que eles fossem usados ??para fins não relacionados, enquanto 25% achavam que seus dados seriam compartilhados amplamente com terceiros e 24% disseram que os dados não seriam excluídos ou tornado anônimo quando não for mais necessário para combater o COVID-19.

Uma das principais preocupações das pessoas nos últimos anos tem sido a falta de transparência no que diz respeito a quais dados estão sendo coletados e como estão sendo usados, de acordo com o relatório.

“As empresas e os governos não têm sido tão claros quanto poderiam e, mesmo quando tentam ser transparentes, a complexidade das análises, algoritmos, insights e inferências costumam ser muito complexos para o público em geral entender.”

Quase um terço dos consumidores agora está resolvendo o assunto por conta própria e parou de comprar de uma empresa devido às suas políticas ou práticas de dados, aponta o relatório.

De acordo com o relatório, mais organizações reconhecem o desafio e 90% disseram que “seus clientes não comprarão deles se não tiverem clareza sobre as práticas e proteção de dados”.  

 

Os consumidores exercem muito poder

Desenvolvimento de software, telecomunicações e serviços financeiros estão entre os setores que obtiveram as melhores pontuações no estudo de privacidade da Cisco. Anteriormente, cuidados de saúde e varejo estavam perto do topo no estudo do ano anterior, mas caíram, disse a empresa.

Os consumidores enviaram uma mensagem de que “estão dispostos a deixar um varejista ou provedor de serviços de saúde ou serviços” por causa de questões de privacidade, disse Waitman. “É daí que vem o ímpeto – consumidores e compradores garantem que as empresas estejam fazendo as coisas certas.”

Article source: https://privacytech.com.br/destaque/os-orcamentos-de-privacidade-dispararam-em-2020.,385450.jhtml

Em busca de emprego? Veja as 30 profissões em alta para 2021

Além de modelos de negócios, a pandemia deve trazer mudanças na lista de profissionais exigidos pelas empresas para trazerem resultados. O PageGroup faz, todos os anos, uma lista com as 30 profissões em alta para o futuro. Desta vez, a consultoria destaca as áreas de Recursos Humanos, tecnologia e suprimentos entre as com mais chances de terem ofertas de emprego em 2021.

As pessoas que entragavam os resultados antes não necessariamente vão ser as mesmas que vão continuar a dar. Você tinha antes uma espécie de “caixa de ferramentas” que antes servia e agora não deve servir mais”, explica Ricardo Basaglia, diretor geral da Michael Page e Page Personnel.

Ricardo ressalta que, com a pandemia, a sociedade tem novas demandas e as empresas precisam se adaptar. Ele também divide as empresas em três tipos: as que estavam prontas para as mudanças trazidas pela pandemia, as que iriam “morrer”, mas conseguiriam se adaptar a tempo e as que já estavam “mortas”, mas vão culpar a pandemia.

Os cargos considerados nessa lista contemplam o alto escalão, média e alta gerência, níveis técnico e de suporte à gestão, além de terceiros e temporários.

Para estruturar essa relação, o PageGroup consulta empresas de todos os portes (pequena, média e grande) em 14 setores de todo o Brasil.

Confira a lista com as 30 profissionais com mais chances

Recursos Humanos

Gerente de Recursos Humanos

O que faz: responsável por todos os produtos de Recursos Humanos, com forte atuação com a liderança da empresa.

Perfil da vaga: profissional com olhar de business partner, foco em resultados e visão de negócio. Atualizado com as práticas da área de RH do mercado, experiência na primeira cadeira de RH e reestruturação organizacional.

Salário: R$ 25 mil e R$ 45 mil

Motivo para alta em 2021: com o redesenho das estruturas, teremos equipes mais enxutas e consequentemente o mercado buscará profissionais mais generalistas.

Especialista em Aquisição de Talentos

O que faz: atuação com atração de talentos, tendo um olhar estratégico para o negócio, por meio de programas como: onboarding, employer branding, recrutamento interno e programa de trainee.

Perfil da vaga: profissional com foco em resultados, forte visão de negócio e criativo. Atualizado com as práticas da área de RH do mercado, experiência em empresas de tecnologia e/ou startups e gestão de equipes.

Salário: R$ 15 mil e R$ 20 mil

Motivo para alta em 2021: retomada de mercado e redesenho das estruturas com novos objetivos.

Tecnologia da Informação

DPO (Data Protection Officer)

O que faz: com a nova lei de proteção de dados pessoais, o DPO será o profissional encarregado de administrar e avaliar todos os dados da empresa, desde a coleta até o tratamento das informações. Além disso, terá um papel de interlocutor com o órgão regulatório de fiscalização de dados.

Perfil da vaga: importante que o profissional tenha visão interdisciplinar, englobando governança de tecnologia, segurança da informação e cyber security, além de entender sobre a nova legislação que entrará em vigor.

Além disso, é importante que seja um bom comunicador para se relacionar com autoridades e profissionais de dados.

Salário: R$ 20 mil

Motivo para a alta: Com a nova lei geral de proteção de dados as empresas são obrigadas a terem uma pessoa responsável por fazer a ponte entre a situação da empresa e negócio e o que a lei determina.

Gerente de Cyber Security

O que faz: profissionais são responsáveis por liderarem toda estrutura de segurança da informação, assim como área de riscos, governança e segurança cibernética

Perfil da vaga: profissionais desta área possuem histórico de tecnologia e estudos e conhecimentos em políticas de governança, gestão de segurança da informação, riscos e auditoria. Com a pandemia, muitas empresas aproveitam o cenário para buscarem os melhores profissionais do mercado, evitarem crises de fraudes e vazamento de informações e já aproveitam para preparar a empresa para uma possível transformação digital e consequentemente desenho de novas políticas e processos de segurança.

Salário: R$ 25 mil a R$ 35 mil

Motivo para a alta: Com a pandemia, muitas empresas aproveitam o cenário para buscarem os melhores profissionais do mercado, evitarem crises de fraudes e vazamento de informações e já aproveitam para preparar a empresa para uma possível transformação digital e consequentemente desenho de novas políticas e processos de segurança, pós COVID-19.

Especialista em Cloud

O que faz: os especialistas em cloud (geralmente com foco em AWS ou Azure) apoiam as companhias na sustentação saudável da operação remota e garante que todos os sistemas em cloud funcionem bem e não atrapalhem o dia-a-dia da operação.

Perfil da vaga: experiência e conhecimento em cloud computing, arquitetura híbrida para serviços e arquitetura de data lake e banco de dados distribuídos são os conhecimentos mais procurados.

Salário: R$ 14 mil a R$ 19 mil

Motivo para a alta: As empresas tiveram que correr contra o tempo para se adaptarem a um novo formato de trabalho em home office. Com isto, muitos projetos de transformação digital e migração de sistemas para cloud que já estavam sendo analisados, foram agilizados.

Gerente de Data Science

O que faz: esses profissionais são focados em trazer inteligência e estratégia para as companhias por meio de estruturação de base de dados e utilização de análises dos dados.

Perfil da vaga: Formação acadêmica em exatas como matemática, estatística e física são diferenciais, além de experiências com BI, Analytics e Engenharia de dados.

Salário: R$ 19 mil a R$ 29 mil

Motivo para a alta: Um dos perfis mais requisitados do mercado, independente do segmento, continua em alta. No novo cenário, os profissionais focados em trazer inteligência e estratégia para as companhias são ainda mais desejados, uma vez que podem ajudar as empresas a encontrar o melhor caminho de operação em um cenário de incerteza.

Desenvolvedor de Games

O que faz: Responsável pela programação dos jogos e por elencar e utilizar as tecnologias e linguagens de programação necessárias para que os games tenham todas as funcionalidades existentes. Como um simples bug de código pode impactar em todo o jogo, em geral as empresas de games são exigentes quanto ao conhecimento técnico destes profissionais.

Perfil da Vaga: As tecnologias e linguagens de programação mudam de acordo com o tipo de jogo e stack de tecnologia da empresa. Em geral, tecnologias como JAVA, principalmente para o desenvolvimento do Android, Kotlin (linguagem de Android), C++, Unity e PhoneGap (HTML, CSS, JavaScript)

Salários: R$ 8 mil a R$ 15 mil

Motivo para a alta: o mercado de games cresceu muito durante a pandemia devido ao confinamento e ao aumento da utilização de jogos online

Digital

Gerente de Produto

O que faz: responsável por direcionar a estratégia, o plano de evolução e as entregas dos produtos digitais.

Perfil da vaga: trabalham na intersecção de três áreas de uma empresa: experiência de usuários, tecnologia e negócios. Atuação com produtos digitais, como plataformas, aplicativos, sites etc. Usam metodologias para orquestrar toda gestão.

Salários: R$ 25 mil a R$ 40 mil + stock options

Motivo para a alta: crescimento do mercado de digital e altos investimentos em startups e possíveis unicórnios. Cresce a necessidade de melhoria de estratégia e features de apps e jornada do cliente.

Finanças

Business Controller

O que faz: um Business Controller é voltado para o negócio. Ele se associa a outras funções fora da operação de finanças, atuando quase como um consultor. É um profissional ativo, focado externamente e orientado para o futuro. Possui forte relacionamento com áreas como logística, produção, vendas e marketing.

Perfil da vaga: criará planos de negócios e definirá maneiras de identificar lacunas e oportunidades tanto nos processos da empresa quanto na economia, sempre com foco na economia de custos e ganho de eficiência.

Salários: R$ 15 mil a R$ 30 mil

Motivo para a alta: as empresas observaram, especialmente em momentos de crise, a importância de ter profissionais com uma visão mais ampla do negócio.

Gerente Fiscal

O que faz: coordenar e revisar o cálculo de impostos e obrigações acessórias, apoio na apuração e pagamento de tributos, atendimento a auditorias, implantação de melhorias fiscais, cálculo de impostos diretos e indiretos, elaboração de declaração de IR.

Perfil da vaga: atuar na coordenação, acompanhamento, controle e execução das atividades ligadas à apuração e recolhimentos de impostos federais, estaduais, municipais e demais taxas e contribuições, lançamentos, registros, escrituração fiscal e planejamento tributário. Gerenciar mudanças e melhorias nos sistemas utilizados pela empresa, para atendimento aos processos fiscais e tributários, assegurando a atualização de acordo com a legislação fiscal.

Salários: R$ 14 mil a R$ 20 mil + variável.

Motivo para a alta: posição com muitas movimentações. Alta demanda por bons profissionais na área para garantir savings para a empresa.

Agronegócio

Gerente Territorial de Vendas

O que faz: responsável por gerir a carteira de vendas de uma determinada região, incluindo a gestão do time responsável pela atuação de ponta da mesma. Este time pode ser composto por vendedores, representantes ou até mesmo um time híbrido.

Perfil da vaga: profissionais com alta capacidade de liderança, boa comunicação e dinamismo. Na maioria dos casos, é requisito obrigatório formação acadêmica técnica na área, como por exemplo Agronomia, Zootecnia e correlatas. São profissionais que precisam ter a capacidade de transitar em ambientes corporativos, para desenvolvimento de estratégias, mas também vivenciar o agro na ponta junto a pequenos produtores.

Salário: de R$ 13 mil a R$16 mil + remuneração variável.

Motivo para a alta: com o ótimo momento vivido pelo agronegócio no Brasil, as empresas viram a necessidade de aumentar o time de vendas, buscando maior capilaridade, profissionais consultivos e com foco em soluções para melhorar os resultados em cada regional.

Engenharia e Manufatura

Coordenador de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

O que faz: responsável por toda a estrutura de Saúde, Segurança e Meio Ambiente das empresas, muitas vezes assumindo também a segurança patrimonial. Deve garantir que a cultura de segurança seja seguida desde o mais alto nível da organização até o chão de fábrica, capacitando e promovendo treinamentos para todos. Assegurar que as normas e leis de Meio Ambiente sejam devidamente seguidas.

Perfil da vaga: liderança de equipes é obrigatório, pois geralmente atuam com times superiores a 12 pessoas de diferentes áreas. Ter conhecimento nas NRs principais e atuação direta com ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001. Além de conhecimento técnico e liderança, tem que ser um perfil muito pró ativo e dinâmico e que consiga conversar em todos os níveis hierárquicos da companhia, muitas vezes liderando a estratégia dentro da empresa.

Salário: de R$ 9,5 mil a R$ 13 mil

Motivo para a alta: muitas empresas familiares de médio e grande porte estão começando a ter um olhar mais crítico sobre a área de EHS de forma como um todo, principalmente em Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental.

Logística

Coordenador de Suprimentos

O que faz: elo entre as estratégias da área de compras e a execução operacional. Conduz negociações e busca estrategicamente novos fornecedores e alternativas no mercado para melhor rentabilizar o orçamento estipulado para a área.

Perfil da vaga: realiza o mapeamento de processos e normativas na área de Compras e garante a padronização. Avalia curva ABC e desempenho dos fornecedores, traduzindo para estratégias de sourcing de novas fontes de fornecimento.

Salário: de R$ 9 mil a R$ 12 mil

Motivo para a alta: com o cenário econômico que vivemos este ano, as empresas identificaram a necessidade de ter um departamento de suprimentos estruturado, com procedimentos, compliance, indicadores de nível de performance de fornecedores e política de estoques bem definidas.

Saúde

Enfermagem Assistencial (Hospitalar)

O que faz: realiza a promoção segura e eficaz da assistência ao paciente. Supervisiona o cuidado, procedimentos e manejo do tratamento ao doente. Apoio educacional e treinamento com relação aos protocolos hospitalares aos técnicos e auxiliares.

Perfil da vaga: experiência na supervisão do cuidado ao paciente, na realização de procedimentos hospitalares, além de acompanhar o tratamento do doente devido às complexidades.

Salário: R$ 3,5 mil a R$ 6,5 mil

Motivo para a alta: o mercado apresenta maior busca por profissionais assistenciais, devido ao aumento de pacientes contaminados com necessidade de assistência hospitalar.

Médico Assistencial (Hospitalar)

O que faz: responsável pelo atendimento assistencial dos pacientes, interface com toda a equipe multidisciplinar, organização das informações via prontuário e prescrições, participação ativa na evolução do tratamento do paciente por meio de reuniões e avaliação/acompanhamento dos indicadores de qualidade assistencial.

Perfil da vaga: experiência em rotina baseada no atendimento assistencial (hospitalar), integrando todo o cuidado com a equipe multidisciplinar para a efetividade do tratamento médico (baseando-se nos padrões de avaliações de cada serviço).

Salário: R$ 15 mil a R$ 35 mil

Motivo para a alta: o mercado apresenta maior busca por profissionais assistenciais, devido ao aumento de contaminados com necessidade de assistência hospitalar.

Gerente de Assuntos Regulatórios

O que faz: responsável pela gestão dos processos de registro e renovações de produtos/serviços, aprovações e renovações de licenciamentos e certificações regulatórias. Gerenciamento dos cumprimentos legais e adequações de normas, além de realizar reuniões técnicas com os representantes da ANVISA e demais órgãos reguladores.

Perfil da vaga: habilidades para organização, implementação e acompanhamento dos processos de registro e renovações de produtos/serviços, experiência na participação ativa de licenciamentos e reuniões técnicas com os representantes dos órgãos reguladores.

Salário: R$ 20 mil a R$ 35 mil

Motivo para a alta: necessidade de maior regularização e atualização dos procedimentos via ANS para a cadeia de serviços devido à pandemia e desenvolvimento de novos produtos para as indústrias de saúde de modo geral.

Gerente Comercial – Medical Devices

O que faz: responsável pelas estruturas de venda, e eventualmente também tem gestão do marketing. É quem define a estratégia e políticas comerciais da empresa, atuando com a sua equipe na linha de frente de vendas por meio do canal direto ou distribuição.

Perfil da vaga: profissional com habilidade e experiência em definição da estratégia do negócio, incremento de vendas e otimização da equipe de campo e técnica.

Salário: R$15 mil a R$ 30 mil

Motivo para a alta: algumas empresas de medicina devices tiveram suas vendas alavancadas por terem um portfólio de produtos, que atuam na prevenção, combate ou ainda no tratamento de pacientes afetados pela covid-19.

Jurídico

Gerente Jurídico de Societário, MA e Mercado de Capitais

O que faz: responsável por gerir a rotina societária do dia-a-dia da companhia e suas subsidiárias. Além disso, possui grande responsabilidade frente aos órgãos reguladores como CVM e na estruturação de operações financeiras como IPO e/ou estruturação de bonds.

Perfil da vaga: atua na participação ativa nos projetos estratégicos, nas operações de MA, emissões de dívidas, além de assessoria direta ao Conselho de Administração, Comitês e Diretoria.

Salários: R$ 20 mil a R$ 35 mil + variável

Motivo para a alta: com o aumento do número de IPOs no mercado, as empresas vêm buscando profissionais com experiência em estruturação de aberturas de capital e forte base societária.

Gerente Jurídico

O que faz: Gestão de todo o departamento jurídico (questões cíveis, tributárias, societárias, entre outras), elaboração e acompanhamento de ações judiciais contra terceiros, estruturação de departamento jurídico, análise e elaboração de contratos, relacionamento com investidores.

Perfil da vaga: Irá estruturar processos e procedimentos para arcar com as demandas internas da empresa. Seja no lado de consultorias internas ou na gestão do contencioso. Irá gerenciar escritórios terceiros nas demandas de maior necessidade e complexidade da empresa.

Salário: R$ 15 mil a R$ 25 mil + variável

Motivo para a alta: com a retomada da economia pós-crise econômica dos últimos anos, empresas menos estruturadas vêm buscando internalizar suas demandas jurídicas com foco em diminuição de custos com escritórios de advocacia

Vendas

Executivo Sênior de Vendas de Tecnologia – Serviços Financeiros

O que faz: Profissional é responsável pela venda de serviços, softwares ou produtos para o segmento de serviços financeiros.

Perfil da vaga: Profissional sênior, estratégico. Deve conhecer profundamente sua carteira de clientes, seja ela composta por uma ou mais contas.

Salário: R$ 15 mil a R$ 40 mil + variável

Motivos para a alta: os bancos são os maiores compradores de tecnologia do Brasil e são clientes-alvo para a grande maioria dos players de tecnologia.

PCD

Cargo: Analista de Planejamento/ BI – PCD

O que faz: responsável por garantir a melhor qualidade dos dados (conhecer ambiente BI, SQL, Hadoop e Cloud); gestão de indicadores de desempenho e geração de insights para o negócio; atuar em um time multidisciplinar e colaborativo com as áreas de Tecnologia, CRM, Canais Digitais, Ciência de Dados, Marketing etc. Desenvolve e implementa aplicações e automatizações em processos operacionais.

Perfil da vaga: profissional com habilidade para análise, estruturação e apresentação de dados para áreas de negócios diariamente, com o foco em gerar insights por meio dos dados. Facilidade na interação com diversas áreas dentro da companhia para absorção e distribuição de informações.

Salário: Pleno: de R$ 5 mil a R$ 7mil. Sênior: R$ 8 mil a R$ 10mil.

Motivo para a alta: as empresas estão em busca de dados que fundamentam a tomada de decisão para planejamento, investimentos e estratégia e procuram profissionais especializados em gerar e acompanhar essas informações.

Terceiros e Temporários

TI

Cargo: Analista de Business Intelligence, Dados e Automação

O que faz: trabalha com toda a estruturação técnica de informação (extração, armazenamento, modelagem e análise) utilizando metodologias próprias para organização de insights, desenvolvimento de painéis, relatórios e apresentação de dados estruturados para diferentes áreas e stakeholders.

Perfil da vaga: os profissionais que atuam com dados são bastante analíticos e possuem um papel importante e fundamental junto às áreas de negócios das empresas, por isso comunicação assertiva é fundamental.

As empresas buscam profissionais proativos e sintéticos, que consigam contribuir com novas ideias para o desenvolvimento da empresa. Ferramentas como Power BI, Tableau e Python são extremamente importantes e requisições primárias para a ingressão.

Salário: R$ 3,5 mil a R$ 8mil

Motivo para a alta: o aumento de demanda em diversos setores e consequente transição para o ambiente digital (ex: e-commerce), além de implementações e novos sistemas, trouxe a necessidade manifesta e urgente de analisar melhor interesses e interações (cliques, compras, visualizações) do consumidor, além de dados e processos internos, otimizando a geração de mais resultados e proporcionando automação de fluxos e ações manuais.

Especialista em Segurança Digital/Infraestrutura

O que faz: Profissional com profunda experiência em legislação e domínio técnico para estruturação de departamento, documentos e equipes focadas em identificar fraudes, golpes e táticas de roubo e exposição de informações sensíveis e do negócio, além de adequar todos processos e cultura às normas e procedimentos para devido armazenamento e uso com segurança de todos dados controlados pela empresa.

Perfil da vaga: uma das posições mais demandadas no mercado, esses profissionais precisam se manter bastante atualizados, tanto em relação às ferramentas de proteção quanto às novas ameaças que surjam. Por se tratar de uma área bastante específica, as empresas buscam perfis que consigam explicar de forma clara e simples o desafio da área aos gestores, a fim de mostrar a importância da segurança da informação de forma macro, não focada apenas na área de tecnologia. Muito importante que o candidato tenha certificações como CISSP, Cisco CCNA Security, dentre outras.

Salário: A partir de R$ 10 mil

Motivo para a alta: junto ao decreto da LGPD e consequente necessidade das empresas se adaptarem em todos os âmbitos, o período de quarentena aumentou expressivamente os ataques cibernéticos, expondo fragilidades tanto em sistemas quanto na educação dos usuários sobre esse tipo de evento.

Desenvolvedor Web (Back/Front) – Java, PHP, C#

O que faz: desenvolvedores generalistas para ambiente web têm ganhado importância pela adaptação a diferentes linguagens e necessidades de negócio, realizando entregas com alta qualidade e voltadas ao mercado digital.

Perfil da vaga: os desenvolvedores são profissionais extremamente requisitados e cada vez mais as empresas optam por profissionais atualizados com as novas linguagens tecnológicas e adaptáveis para mudanças de projetos. Um dos grandes diferenciais é a visão holística dentro de um projeto, que possibilita reduzir SLA, custo e otimizar processos. Atualmente é fundamental que os profissionais tenham conhecimento de metodologias ágeis.

Salário: A partir de R$ 6 mil

Motivo para a alta: com migrações a ambientes web (sites, aplicações) dos mais diferentes negócios, esse profissional se tornou valioso para aperfeiçoar ambientes de desenvolvimento e compor equipes tecnicamente especializadas. O termo também vem se tornando mais conhecido devido à popularização de diversos cursos e de ser um perfil altamente flexível e conhecido.

Analista de UX UI

O que faz: profissional com proficiência em identificar problemas de usabilidade em interfaces, criando hipóteses e testes para soluções de problemas; testes A/B e design da experiência do usuário que otimizem métricas de acesso, utilização e retorno; desenvolvimento de layouts, wireframes e protótipos.

Perfil da vaga: os profissionais de UX UI precisam saber enxergar o produto com a visão do usuário e compreender a viabilidade do produto por parte da empresa. Esta área recebe profissionais de diversas formações, como marketing, design e desenvolvimento. As empresas buscam perfis que tenham experiência com prototipagem e pesquisa. Algo muito importante é trazer um portfólio bastante completo e sempre se mostrar atualizado com as novidades e tendências do mercado. Se apresentam como diferenciais os profissionais que tenham experiência em desenvolvimento Front-end, pois há muita interface com essa área. Além disso, conhecer metodologias ágeis tem se mostrado algo bastante importante.

Salário: a partir de R$ 4,5 mil.

Motivo para a alta: diversas empresas estão reavaliando todos seus canais de comunicação/distribuição de bens e serviços. Com o isolamento social, cada aumento na taxa de conversão, tempo de uso e resultados dentro da interação do usuário faz a diferença no resultado.

Comercial, Marketing e Operações

Analista de Customer Service / Atendimento / Key Account Management

O que faz: resolver questões de agendamento de pedidos, ocorrência de entregas, escalation e direcionamento de resolução; atendimento telefônico por diferentes canais; follow-up de todos os tickets de atendimento, buscando excelência e resolução efetiva; gestão de contas estratégicas mantendo relacionamento, volume de faturamento e expandindo novos projetos nos clientes atendidos.

Perfil da vaga: profissionais com formação em Administração, Comércio Exterior, Relações Internacionais, Publicidade e Propaganda, Marketing e correlatos. Profissionais comunicativos, organizados e “mão na massa”.

Salário: R$ 3 mil a R$ 5,5 mil

Motivo para a alta: atual contexto reforça preocupação com qualidade de atendimento ao cliente final e colaboradores; canais digitais saturados, mais o aumento de demandas remotas, via web e/ou outros formatos (mídia social, contatos telefônicos, etc) além dos tradicionais (serviços em geral; varejo eletrônico) traz necessidade de atendimento humanizado e próximo aos clientes.

Vendas Internas Consultores Comerciais

O que faz: são aceleradores do processo comercial: fazem desde o mapeamento dos tomadores de decisão para qual ocorrerá a venda, prospectando novos parceiros de forma qualificada, como também entrando em contato para agendamento de reunião com o front comercial ou operando diretamente na venda e negociação.

Perfil da vaga: profissional resiliente, com foco em resultados, motivação e poder de influência. Possui pensamento estratégico e visão de negócios, excelente comunicação e habilidade com números e pessoas.

Salário: R$ 3 mil a R$ 5 mil + variáveis de resultado.

Motivo para a alta: empresas em transformação e de segmentos em alta estão buscando expansão e escala de forma rápida e assertiva junto à adaptação dos seus processos e canais de vendas.

Analista de Compras

O que faz: prospecção e cotações no mercado; (re)negociações com clientes; compras internacionais e nacionais; gestão de carteira de fornecedores.

Perfil da vaga: com perfil dinâmico, resiliente e com olhar para negócios, estratégias e inovações. Forte gestão de prioridades dos clientes internos e controle dos indicadores da área. Conhecimento e facilidade com softwares e ERPs para a implantação ou melhoria de processos. Bons níveis de inglês e espanhol são requisitos importantes para a cadeira.

Salário: R$ 3,5 mil a R$ 5,5 mil

Motivo para a alta: a redução de custos, mudanças do ambiente físico, relacionamento impactado em fornecedores e novas realidades levantadas (ex: home office) pela pandemia trazem alto potencial para renegociações de contratos, planejamento de demandas e gestão de custos.

Finanças

Analista Contábil a Coordenador de Controladoria

O que faz: realiza conciliações e relatórios; atendimento à auditoria externa e revisão das demonstrações financeiras anuais; aprovação e revisão de ordens de compra de acordo com classificação contábil, condições fiscais e financeiras com verba orçamentária; responsável pela estrutura de rateio de custos (intercompany).

Perfil da vaga: Profissional formado em Ciências Contábeis e conhecedor de sistemas ERPs, bastante ágil e analítico, com disponibilidade de horário para fechamentos. Coordenador: Profissional formado em Ciências Contábeis ou Administração, normalmente inicia sua carreira dentro do planejamento financeiro ou da própria contabilidade – perfil mais sênior, conhecedor de ERPs e com experiência em gestão.

Salário: Pleno – R$ 4,5 mil a R$ 7 mil / Coordenador – R$ 8 mil

Motivo para a alta: profissional traz a revisão e relatório das demonstrações financeiras, orientando as melhores estratégias – momento crítico de ter a contabilidade em dia para próximos meses. Temos visto junto ao cenário crescente de TI diversos profissionais com proficiências analíticas trazendo insights e revisões além do operacional, com insights de melhorias de processos e redução de custos.

RH e Saúde

Recrutadores / Tech Recruiters

O que faz: realiza todo o processo de recrutamento e seleção, da estruturação e execução de employer branding (estratégias de atração de candidatos), processo de busca, entrevistas à aplicação de testes e aprovação dos candidatos de forma consultiva e com valor agregado à experiência de candidato e empresa.

Perfil da vaga: profissionais dinâmicos, comunicativos, com grande energia, organização e jogo de cintura. Vivência sólida em recrutamento e seleção com experiência em alto volume de posições. Perfis com olhares estratégicos com foco em trazer soluções e melhorias para a área de processos seletivos.

Salário: R$ 4 mil a R$ 14 mil + benefícios

Motivo para a alta: muitos setores em alta (Digital, Startups, Saúde) estão em processo de expansão e antecipam mais contratações. Junto às incertezas ainda sobre 2021 e momento de revisão estratégica das empresas, recrutadores temporários (perfil dinâmico, comunicativo e time management) e com expertise são uma ótima escolha estratégica para entregar o volume e tecnicidade esperados.

Article source: https://www.tnh1.com.br/noticia/nid/em-busca-de-emprego-veja-as-30-profissoes-em-alta-para-2021/

O que é Cisco Webex Meetings, software para videoconferência

Tudo sobre

Cisco



Saiba tudo sobre Cisco


Está procurando alternativas ao Zoom e Google Meet para fazer chamadas de vídeo? Uma das opções que tem adquirido bastante popularidade no mercado de videoconferências é o software Cisco Webex Meetings.

A plataforma, oferece atualmente um dos serviços mais completos na experiência em videoconferências, permitindo diferentes formas de interação com os participantes. Além disso, o Webex conta com um layout simples e intuitivo permitindo que seus organizadores encontrem todas as funções com facilidade.

Entre as principais funções do Webex, é possível criar notas, fazer enquetes, compartilhar tela em diferentes layouts, definir mensagens de boas-vindas, gravar reuniões em MP4, conceder “privilégios” aos participantes, agendar reuniões e até mesmo definir sessões de “Breakout”. A seguir em nossa matéria, entenda como a plataforma funciona e saiba como fazer reuniões com o Cisco Webex Meetings.

Cisco Webex Meetings: como funciona

Você pode começar a utilizar o Cisco Webex Meetings gratuitamente. No entanto, um diferencial que deixa a plataforma um pouco atrás de outros serviços, são as limitações de recursos em seus planos.

O plano gratuito da plataforma, pode ser mais interessante para fazer reuniões rápidas ou vídeo aulas de até 50 minutos. Como organizador, é possível gerenciar diversas ferramentas do Cisco Webex. Já os demais planos, podem ser mais interessantes, por exemplo, para empresas que precisam realizar mais reuniões simultâneas para gerenciar equipes em uma mesma conta. Entenda como funcionam os planos do Cisco Webex;

Gratuito

  • Valor: gratuito;
  • Número de organizadores: 1;
  • Duração da reunião: 50 minutos;
  • Número máximo de pessoas: 100 participantes;
  • Armazenamento em nuvem: não;
  • Gravações em MP4; não;
  • Vídeo em tela cheia com 4 opções de layout: sim;
  • Compartilhamento de tela: sim;
  • Bate-papo, notas, levantar a mão e enquete: sim;

Iniciante

  • Valor: $13.50 (R$ 74,00 em sua conversão para real, segundo o valor do Dollar atual)
  • Número de organizadores: 1 a 50;
  • Duração da reunião: 24 Horas;
  • Número máximo de pessoas: 150;
  • Armazenamento de gravações em nuvem: 5 GB;
  • Gravações em MP4: sim;
  • Vídeo em tela cheia com 4 opções de layout: sim;
  • Compartilhamento de tela: sim;
  • Bate-papo, notas, levantar a mão e enquete: sim;

Business

  • Valor: $26.95 (R$ 148,00 em sua conversão para real, segundo o valor do Dollar atual);
  • Número de organizadores: 1 a 100;
  • Duração da reunião: 24 Horas;
  • Número máximo de pessoas: 200;
  • Armazenamento de gravações em nuvem: 10 GB;
  • Gravações em MP4: sim;
  • Vídeo em tela cheia com 4 opções de layout: sim;
  • Compartilhamento de tela: sim;
  • Bate-papo, notas, levantar a mão e enquete: sim;

Empresarial

  • Valor: necessário entrar em contato com a equipe de vendas;
  • Número de organizadores: ilimitados;
  • Duração da reunião: 24 Horas;
  • Número máximo de pessoas: até 100.000;
  • Armazenamento de gravações: ilimitado;
  • Gravações em MP4: sim;
  • Vídeo em tela cheia com 4 opções de layout: sim;
  • Compartilhamento de tela: sim;
  • Bate-papo, notas, levantar a mão e enquete: sim;

Cisco Webex Meetings: como usar a plataforma

Passo 1: para acessar ou começar uma reunião com o Webex, basta instalar o aplicativo da plataforma que está disponível para dispositivos (Android | iOS) e computadores (macOS | Windows). Também é possível participar de reuniões através da extensão do para navegadores a base de Chromium do Cisco Webex Meetings;


Faça login em sua conta para iniciar sessão no aplicativo do Cisco Webex ou acesse como convidado – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Passo 2: em seguida, após realizar login na plataforma, você pode começar a organizar ou agendar uma reunião. Para começar uma reunião, toque em “Iniciar uma reunião”;


Clique em “Iniciar uma reunião” – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)  

Passo 3: antes de começar a reunião, você poderá realizar algumas configurações iniciais como organizador. Além de escolher quais são seus canais de áudio e vídeo, você pode fazer com que os usuários entrem com o áudio ou vídeo já desativado na chamada. Também é possível esconder e personalizar seu plano de fundo durante chamadas de vídeo;


É possível realizar algumas configurações iniciais antes de começar sua reunião – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Passo 4: por fim, você será o organizador da chamada e poderá aproveitar diferentes recursos do Webex para interagir com os participantes. É possível compartilhar tela, convidar participantes por link, criar enquetes, fazer anotações, gravar a reunião, mudar o layout de exibição e muito mais.


Então você poderá gerenciar a reunião através do Layout de “Organizador” – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas) 

Pronto! Agora você sabe como a plataforma Cisco Webex Meetings funciona.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Article source: https://canaltech.com.br/apps/cisco-webex-meetings-como-funciona/

Quais as áreas de atuação em informática / Tecnologia?

Há alguns anos havia muito do profissional de TI que era o “faz tudo”, vulgo “carinha da TI”. Com o passar do tempo esta antologia foi modificando-se e trazendo a setorização dos profissionais. Criamos um artigo também falando sobre 5 dicas para iniciar a carreira em ti, creio que possa ser de grande ajuda para você. Com isto houve a especialização por grande parte dos empregados neste setor. Há pessoas trabalhando apenas com banco de dados, apenas com programação, apenas com design, outros que projetam as aplicações, outros que testam aplicações. Mas basicamente o “faz tudo” já está quase extinto. Veja também quais os tipos de sistemas de informação nas empresas.

Vou listar agora as principais áreas de atuação, o que cada pessoa deve fazer no trabalho, quanto ganha, prós e contra da área.

Administrador de banco de dados

O Administrador de banco de dados (DBA – DataBase Administrator) é responsável por manter e gerenciar bancos de dados, ou sistema de banco de dados. Este profissional gerencia, atualiza, monitora o centro das informações de um sistema.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Criação e testes de backup para garantir a recuperabilidade dos dados no caso de falha de hardware ou outros problemas severos.
  • Verificar e zelar pela integridade do banco de dados.
  • Ter um controle de acesso aos dados como quem pode acessar e o que pode acessar e talvez quando possa acessar.
  • Garantir o acesso ao banco de dados no maior tempo possível.
  • Garantir o máximo de desempenho para o banco de dados.
  • Auxiliar a equipe de desenvolvimento e a equipe de testes a maximizar o uso e desempenho do banco de dados.

Salário: Varia entre R$ 3.000 a R$ 9.000 reais.

 

Analista de redes

O analista de redes ou administrador de redes tem a incumbência de gerenciar o rede local, bem como recursos computacionais diretamente relacionados à rede.

O Perfil deste profissional deve possuir curso técnico ou superior em Redes de Computadores, Ciência da Computação ou equivalente, e/ou ser uma pessoa com grande experiência na área de informática. É importante que seja familiarizado com os equipamentos e software com os quais trabalha, tendo como forma de comprovação as tão valorizadas certificações, emitidas por grandes empresas através de provas. Exemplos são as MCP, MCSA e MCSE, certificações profissionais da Microsoft; E também a famosa Formação Cisco-CCNA, vista por muitos profissionais como requisito obrigatório para quem deseja garantir sua vaga no mercado de grandes empresas, em início de carreira.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Instalação e ampliação da rede local;
  • Instalar e configurar a máquina gateway da rede local seguindo as orientações “Normas de Utilização do DIN”;
  • Orientar e/ou auxiliar os administradores das sub-redes na instalação/ampliação da sub-rede; manter em funcionamento a rede local
  • do DIN, disponibilizando e otimizando os recursos computacionais disponíveis;

  • Controlar e acompanhar a performance da rede local e sub-redes bem como dos equipamentos e sistemas operacionais instalados;
  • Manter atualizado os dados relativos ao DNS das máquinas da rede local;
  • Garantir a integridade e confidenciabilidade das informações sob seu gerenciamento e verificar ocorrências de infrações e/ou segurança;
  • Promover a utilização de conexão segura entre os usuários do seu domínio.
  • Tendo como foco principal os serviços de Rede e equipamentos a qual a ele compete.
  • Colocar em pratica a política de segurança de redes, além de desenvolvê-la.

Salário: Varia entre R$ 3.900 a R$ 6000 reais.

 

Analista de segurança

Responsável pela segurança da rede (equipamento, sistemas operacionais de servidores e clientes e programas utilizados). Também monitora tentativas de invasão e uso indevido dos recursos da rede, além de definir e manter as regras de uso dos recursos computacionais da empresa.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Projeto e manutenção do esquema de segurança da rede, incluindo a segurança de equipamentos (acesso físico), dos dados (acesso não- autorizado) e de sistemas operacionais de clientes e servidores; este profissional propõe, implementa e monitora a política de segurança quanto ao uso de recursos computacionais.
  • Configuração e manutenção da segurança de rede;
  • Monitoramento constante de aspectos novos relacionados à segurança (novas técnicas de invasão, novos bugs de segurança encontrados em produtos na rede, etc).
  • Profundo conhecimento do protocolo TCP/IP e dos sistemas operacionais de clientes e de servidores existentes na empresa;
  • Em algumas empresas, exige-se que o Analista de Segurança também conheça as linguagens de programação utilizadas pela empresa, este profissional é bem mais raro de se encontrar no mercado e seu salário é proporcionalmente maior.
  • Profundo conhecimento de configuração e ?atualização de regras? em firewalls;
  • Conhecimento de protocolos típicos de inter-redes (Frame Relay, X25, ATM, etc.);
  • Uso de ferramentas de monitoramento de tráfego de rede, incluindo sniffers.

Salário: Entre R$ 4.400 a R$ 6.400 reais

 

Analista de sistemas

O analista de sistemas ou atualmente mais conhecido como sistematizador de informações, é aquele que tem como finalidade realizar estudos de processos computacionais para encontrar o melhor e mais racional caminho para que a informação virtual possa ser processada. Este profissional estuda os diversos sistemas existentes entre hardwares e softwares e o usuário final, incluindo seus comportamentos e aplicações.

Formação recomendada: Curso Superior em Ciência da Computação, Informática ou Engenharia da Computação ou qualquer outra área de base matemática.

Atividades:

  • Administração do fluxo de informações geradas e distribuídas por redes de computadores dentro de uma organização
  • Planejamento e organização do processamento, armazenamento, recuperação e disponibilidade das informações
  • Suporte aos usuários e infra-estrutura tecnológica
  • Gestão de projetos
  • Levantamento de requisitos, análise, especificação, projeto do sistema, programação, testes, homologação, implantação e acompanhamento dos sistemas solicitados por
  • seus usuários

  • Criação de novos produtos e serviços computacionais

Salário: Analista de sistemas de internet: R$ 6.800 a R$ 9.100 reais. Analista de sistemas: R$ 4.700 a R$ 7.600 reais.

 

Analista de suporte

O analista de suporte é um profissional de TI especialista em tecnologias, constantemente atualizado com novidades mercadológicas de Hardware e Software. Cuida da manutenção da estrutura física de computadores, da estrutura de Rede de área local de computadores e de sistemas operacionais. Ainda segundo Antonio B Duarte Jr, diretor da Arth Informática, o Analista de Suporte é também um gestor de pessoas e relacionamentos.

Formação recomendada: A especialização em Analista de Suporte dispensa formação superior.

Atividades:

  • Instalar e manter os diversos Sistemas Operacionais;
  • Instalar e manter a comunicação digital (correio eletrônico, WEB, FTP, VPN, etc.):
  • Instalar e manter sistemas de gestão (ERP);
  • Instalar e manter sistemas de banco de dados (SGBD);
  • Suporte aos usuários da empresa ou organização ;

Salário: Varia entre R$ 1.000 a R$ 7.000 reais

 

Designer

O designer gráfico é o profissional habilitado a efetuar atividades relacionadas ao design gráfico. Logo, o designer gráfico é aquele profissional que traz ordem estrutural e forma à informação visual impressa. Exemplos de produtos do trabalho de um designer gráfico são as páginas diagramadas de um livro ou uma revista, a configuração visual de uma embalagem, logotipos de empresas e instituições, fontes tipográficas, entre outros. O escopo de sua atividade pode também se estender à reflexão das possibilidades de estruturação visual das mensagens e sua repercussão social: assim como um arquiteto não apenas projeta edifícios mas também reflete acerca da organização do contexto urbanístico de um assentamento humano, é papel do designer gráfico não apenas desenvolver soluções visuais de comunicação, mas também refletir acerca do atual âmbito de produção e consumo de mensagens.

São de relevância para o designer gráfico exercer sua atividade o domínio sobre as tecnologias que lhe servem de ferramenta, e a construção de um repertório visual e de cultura geral amplos.

Formação recomendada: Formação superior em Comunicação

Atividades:

  • Criação de imagens gráficas para internet, revistas, jornais, e outros meios de comunicação;
  • Projetos de usabilidade e acessibilidade;
  • Criação de layouts de sites;
  • * o designer cria toda e qualquer coisa, desde imagens gráficas até ao teclado e mouse que você está usando agora, é ele quem define a forma das coisas.

Salário: Webdesigner: R$ 1.800 a R$ 5.400 reais

 

Programador web

Um profissional de programação web é responsável pelo desenvolvimento de sites, portais, fóruns e aplicações voltadas para o ambiente da internet. Normalmente estes serviços podem ser acessados por meio de um navegador e ficam hospedados em servidores web.

Formação recomendada: 2o grau técnico ou faculdade de Informática/Processamento de Dados/Engenharia da Computação

Atividades:

  • Programação do código de sites, portais, sistemas para a internet;
  • Cuidar da segurança de uma aplicação na internet;
  • Aplicar formas de melhorar a performance do site;
  • Criar sistemas de backend de softwares;
  • Portar aplicações desktop para a web.

Salário: Entre R$ 2.500 a R$ 5.000 reais

 

Programador Desktop

Um programador pode ser alguém que desenvolve ou faz manutenção de software em um grande sistema mainframe ou alguém que desenvolve software primariamente para uso em computadores pessoais.

Formação recomendada: Para ser programador de computador é necessário diploma de curso técnico, que pode ser cursado paralelamente ou após a conclusão do ensino médio. Por ser um mercado competitivo, entretanto, cursos extras são importantes para diferenciar o currículo na hora da seleção.

Atividades:

  • listar ou ler as especificações de programas, detalhadas por um analista de sistemas, e que mostram passo a passo as tarefas que o computador precisa executar;
  • analisar o problema e a melhor forma para solucioná-lo;
  • preparar diagramas para mostrar a seqüência de procedimentos a ser adotada pela máquina;
  • codificar essas instruções para uma linguagem de computador;
  • depois de prontas e implantadas as instruções, o programador deve testar todo o sistema, através de simulação, para verificar falhas e possíveis adequações;
  • se houver acessórios (impressoras, placas de fax) conectados ao sistema, reescrever os programas de controle desses acessórios para que se tornem compatíveis com as novidades;
  • testar todas as modificações até que não haja mais problemas e conferir sua eficiência com o analista de sistemas.

Salário: Entre R$ 1.800 a R$ 9.000 reais

Esta é uma base das áreas de atuação do setor de tecnologia da informação. As demais áreas se baseiam muito no que estes profissionais são atribuídos.

A base de salários foi encontrada no falecido site da Revista Info.

Article source: https://www.oficinadanet.com.br/artigo/carreira/quais_as_areas_de_atuacao_em_informatica_tecnologia

Google, Microsoft, Cisco e outras techs se unem contra espionagem no WhatsApp

Tudo sobre

WhatsApp



Saiba tudo sobre WhatsApp


Um grupo de grandes empresas de tecnologia como Google, Cisco e VMware se uniram em prol do processo que vem sendo movido pelo WhatsApp contra o Grupo NSO, responsável pelo desenvolvimento de ferramentas de espionagem contra o mensageiro e outros aplicativos. Na ação, a companhia é acusada de não revelar falhas de segurança aos responsáveis pelo desenvolvimento do software, enquanto as utiliza para espionar, pelo menos, 1,4 mil pessoas, incluindo jornalistas e ativistas pelos direitos humanos.

A carta também é assinada pela Microsoft, junto a subsidiárias como o LinkedIn e o GitHub, além da Internet Association, que reúne os interesses de big techs como Facebook, Twitter e Amazon. No texto, elas se apoiam mutuamente no combate a spywares criados a partir de vulnerabilidades de segurança que deixam os usuários comuns menos protegidos por meio da sempre presente ameaça de que tais ferramentas, teoricamente usadas apenas por forças de segurança, acabem caindo em mãos erradas.

O processo foi iniciado em outubro de 2019, depois que o WhatsApp corrigiu vulnerabilidades que vinham sendo usadas pelo Grupo NSO no desenvolvimento de softwares para agências de vigilância, especialmente um chamado Pegasus, usado por governos e forças policiais de todo o mundo. As aplicações agem, na maioria das vezes, sem o conhecimento dos espionados, com o mensageiro entrando na justiça para exigir mais informações e a lista de clientes da empresa que estiveram envolvidos em operações desse tipo.

A companhia chama a atenção para o fato de a ferramenta ser capaz de rastrear localizações, ler mensagens e ouvir chamadas, além de obter dados pessoais, arquivos e demais informações que sejam trocadas entre os dispositivos por meio do WhatsApp. Além disso, o processo chama a atenção para o fato de o Grupo NSO ter governos autoritários entre seus clientes, como os Emirados Árabes Unidos, a Arábia Saudita e a Etiópia, o que teria levado aos ataques também contra dissidentes políticos, jornalistas, ativistas e demais membros da oposição política.

A carta apresentada pelas empresas de tecnologia não apenas demonstra apoio ao WhatsApp, como também pede à justiça americana que não permita um pedido de imunidade por parte da NSO, por conta de sua posição junto a governos no tratamento de informações relevantes à segurança nacional. A empresa tem tentado, sem sucesso, que os magistrados arquivem o caso, mas por enquanto, não houve vitória judicial nesse sentido, o que fez com que a defesa da desenvolvedora de software mudasse sua estratégia.

O argumento de Tom Burt, diretor de segurança e confiabilidade da Microsoft, que assina a carta, é de que empresas privadas deveriam ser responsabilizadas quando desenvolvem ferramentas que permitem ferir a privacidade de outras pessoas ou a própria lei. Na visão do executivo, não importa o caráter dos clientes que realizam tais ações, com a união de competidores em prol de uma causa comum tendo como intuito tornar o ecossistema de internet mais forte e ampliar a segurança contra ataques coordenados, que possam colocar todos os utilizadores em risco.

O Grupo NSO não se pronunciou sobre a apresentação da carta de apoio das empresas de tecnologia. Durante todo o processo, a desenvolvedora de softwares vem mantendo a postura de que não é responsável pela forma como seus clientes utilizam as ferramentas e que faz uma triagem para garantir que apenas agências de segurança e forças policiais reconhecidas tenham acesso às tecnologias de vigilância.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Article source: https://canaltech.com.br/seguranca/google-microsoft-cisco-e-outras-techs-se-unem-contra-espionagem-no-whatsapp-176605/

Zoom se vê em condições de brigar com Google, Cisco e Microsoft – Comportamento – E-Investidor

(Nico Grant, Washington Post/ Bloomberg) – A Zoom Video Communications Inc. comprovou a transformação do seu aplicativo de nicho em um popular serviço de comunicação, ao demonstrar a forte adesão de clientes pagantes ao seu software de reunião virtual, posição beneficiada pelas restrições ao atuais ao trabalho, ao ensino presencial e à vida cotidiana.


Logo Google

Zoom informou que as vendas dispararam no trimestre encerrado em 30 de abril, quando a pandemia de coronavírus provocou uma onda de recomendações e ordens  para que milhões de pessoas em todo o mundo ficassem em suas casas. A empresa espera que a tendência continue no resto do ano e projetou que receita e lucro superem as expectativas anteriores dos investidores.

“Uma mudança na cultura do trabalho desencadeada pela pandemia de covid-19 induz as empresas a adotar de ferramentas de videoconferência em nuvem”, escreveu Boyoung Kim, analista da Bloomberg Intelligence, em nota. A “tecnologia intuitiva e o forte reconhecimento da marca da Zoom devem ajudar a empresa a conquistar participação de mercado em videoconferência, tomando a dianteira da indústria”.

Previsão de US$ 500 milhões em vendas no trimestre

As vendas no trimestre atual chegarão a US$ 500 milhões, informou a empresa com sede em San Jose, Califórnia, na terça-feira (2). A receita no terceiro e quarto trimestres fiscais deve ser consistente com esse desempenho, disse a diretora financeira Kelly Steckelberg durante uma teleconferência. No geral, o Zoom espera gerar até US$ 1,8 bilhão neste ano fiscal, o que é quase o triplo do volume de negócios no ano passado. Analistas, em média, estimam US$ 930,8 milhões, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

As ações da Zoom subiram 6,6% para US$ 221,80 às 11h44 da quarta-feira (3) em Nova York, depois de fecharem em um recorde de US$ 208,08 na terça-feira. As ações triplicaram este ano.

O CEO Eric Yuan busca garantir que sua plataforma de reunião virtual possa lidar com o aumento da demanda de pessoas que ficam em casa para reduzir a disseminação da covid-19. Embora questões de segurança e privacidade assolassem o sistema no início da quarentena, o Zoom se tornou um serviço essencial, atraindo mais de 300 milhões de participantes em alguns dias, contra 10 milhões em dezembro. O fabricante do software permite reuniões de até 40 minutos sem nenhum custo. Enquanto o Zoom tem causado mais barulho do que seus rivais, os resultados sugeriram na terça-feira que o software pode atrair os clientes pagantes necessários para competir contra serviços da Microsoft, Cisco Systems e Google.

Mercado potencial supera US$ 43 bilhões até 2022

A fabricante de software disse que seu mercado potencial expandiu além de uma estimativa de US$ 43 bilhões em 2022 feita pela consultoria de mercado IDC, de acordo com um documento regulatório de 2019. E os executivos disseram que expandiram os planos de contratação para aproveitar a oportunidade. Enquanto Steckelberg alertou que o fim da quarentena pode levar menos pessoas a usar o software da Zoom, a empresa disse que ainda não viu os números declinarem nas áreas que foram reabertas.

Muitas instituições de ensino que lecionam através do Zoom decidiram sediar aulas virtuais pelo menos até o outono, apontando uma demanda robusta pelo aplicativo até o final do ano. Para continuar crescendo em um ritmo forte, a Zoom venderá seu software de telefone e produtos de hardware para clientes existentes, acrescentou Steckelberg. Yuan prometeu não recorrer à publicidade para ganhar dinheiro com suas legiões de usuários gratuitos.

No primeiro trimestre fiscal, a receita aumentou cerca de 170%, para US$ 328,2 milhões. Analistas, em média, esperavam US$ 203 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg. O lucro, excluindo alguns itens, foi de 20 centavos de dólar por ação, comparado com a projeção média dos analistas de 9 centavos.

A empresa disse que espera que o lucro ajustado no ano fiscal seja de US$ 355 milhões a US$ 380 milhões, ou US$ 1,21 a US$ 1,29 por ação. Os analistas estimaram 46 centavos, pouco mais do que a previsão anterior do Zoom. A empresa vem gastando para reforçar sua capacidade de rede, inclusive comprando serviços de computação em nuvem da Oracle Corp. durante a pandemia. O Zoom também continua a usar o serviço de nuvem da Amazon, que forneceu a maior parte da nova capacidade.

Os usuários diários do Zoom caíram para um pouco abaixo dos 300 milhões revelados em abril, mas Steckelberg disse que a empresa espera superar consistentemente esse marco no futuro.

A empresa disse que encerrou o trimestre com cerca de 265.400 clientes com mais de 10 funcionários, um aumento de mais de quatro vezes em relação ao mesmo período do ano anterior. A empresa agora tem 769 clientes corporativos que gastaram mais de US$ 100.000 em produtos da Zoom nos últimos 12 meses, cerca do dobro do ano anterior.

Usuários gratuitos não terão criptografia de ponta a ponta

Com a popularidade do Zoom, houve controvérsia sobre as práticas de segurança da empresa. Os trolls invadiram inúmeras reuniões, encontros religiosos e outros eventos para compartilhar pornografia e gritar palavrões ou epítetos raciais, em um fenômeno conhecido como “Zoombombing”. A empresa destacou ou criou uma série de ferramentas que os usuários podem usar para impedir ataques virtuais, incluindo senhas e salas de espera.

Também houve casos em que as chamadas do Zoom foram roteadas através de servidores na China, mesmo quando nenhum participante estava lá e os usuários estavam enviando inconscientemente metadados para o Facebook Inc. quando eles entraram. A empresa comprometeu-se a em três meses reforçar a privacidade, adquirindo uma empresa de mensagens seguras, a Keybase, para trazer o mais alto padrão de criptografia para a plataforma e contratando especialistas em segurança cibernética para orientar os esforços de segurança.

Os clientes corporativos terão acesso ao serviço de criptografia de ponta a ponta agora em desenvolvimento, mas Yuan disse que os usuários gratuitos não terão esse nível de privacidade, que torna impossível para terceiros decifrar as comunicações.

“Para usuários gratuitos com certeza não queremos dar isso (criptografia de ponta a ponta) porque nós também queremos trabalhar com conjunto com o FBI e com as autoridades locais caso algumas pessoas usem o Zoom para finalidades ruins”, disse Yuan.

Invista com o apoio de conteúdos exclusivos e diários. Cadastre-se na Ágora Investimentos




Declarao imposto de renda

Article source: https://einvestidor.estadao.com.br/comportamento/zoom-google-microsoft-cisco/

27/4 Arcos Dorados e Cisco fecham parceria para oferecer cursos gratuitos de tecnologia


A Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, fechou uma parceria com a Cisco, líder global em tecnologia, para levar a todos os funcionários da rede de restaurantes e seus familiares cursos técnicos gratuitos, que abordarão desde conceitos básicos de informática até as principais tendências em TI da atualidade. As inscrições para a primeira fase de treinamentos também estão abertas para a comunidade em geral.

A parceria é realizada por meio da Hamburger University, centro de desenvolvimento da Arcos Dorados, com conteúdo oferecido pelo Cisco Networking Academy, programa global de responsabilidade social em educação e empregabilidade no setor de tecnologia da Cisco, buscando proporcionar novas oportunidades de educação e carreira. A iniciativa terá início no próximo dia 13 de maio com cursos online, apoiando aqueles que desejam continuar aprendendo nesse período de distanciamento social ou procuram desenvolver novas habilidades para aplicar em suas áreas de trabalho.

Nesse momento serão disponibilizados três temas:

Internet das Coisas – O termo descreve um cenário em que numerosos objetos do dia a dia estão conectados à internet e se comunicando mutuamente. O curso abordará o que isso quer dizer e a importância dessa tendência para o nosso cotidiano. Inscrições

Introdução à #Cibersegurança – No mundo conectado em que vivemos, estar em segurança é muito importante. No curso serão abordados assuntos como segurança de dados, ameaças e métodos de proteção no mundo digital. Inscrições

Conecte-se: Introdução à Informática – No mercado atual, dominar o básico da informática é essencial para todas as pessoas. O curso aborda as funcionalidades do computador, como ferramentas, softwares e acessórios importantes para a utilização da Informática no dia-a-dia. Inscrições

Os três cursos serão ministrados totalmente online, no formato e-learning, onde cada aluno pode escolher o momento que achar adequado para iniciar e dar continuidade à formação.

A Hamburger University foi uma das primeiras universidades corporativas do mundo e a primeira no segmento de restaurantes. Além de sua reconhecida atuação no setor de alimentação, a Arcos Dorados também busca ressaltar a importância da educação, investindo cerca de 40 milhões de reais por ano em treinamentos, contando com estratégias educacionais de ponta.

Article source: https://www.abcdoabc.com.br/abc/noticia/arcos-dorados-cisco-fecham-parceria-oferecer-cursos-gratuitos-tecnologia-100557

Próximos Cisco lança plataforma de rede WAN

A Cisco anunciou hoje, 21, sua nova plataforma de rede de longa distância (Wide Area Networking – WAN), o Catalyst 8000 Edge, que fornece acesso para aplicativos em nuvem, na borda e no data center. O produto, que faz parte do portfólio de rede baseado em intenção da Cisco, busca solucionar questões trazidas com a adoção de nuvem e o aumento da potência de comutação na borda nas empresas. Nesse contexto, a complexidade crescente de TI leva a equipe a perder o controle.

“Com a proliferação de aplicações, cargas de trabalho e serviços tornando-se mais distribuídos entre a borda e nuvem, as organizações estão enfrentando novas realidades na WAN”, afirma JL Valente, vice-presidente, Product Management para Cisco’s Intent-Based Networking Group.

O Cisco SD-WAN converge na solução SD-WAN gerenciado na nuvem, para clientes que querem adotar uma arquitetura de Serviço de Acesso Seguro de Borda (SASE). Para soluções on-premises, é possível também implementar a solução completa de SD-WAN segura (SD-WAN Full-stack).

Três modelos do Catalyst 8000 Edge estão disponíveis:

  • Catalyst 8500: solução SD WAN para datacenters, co-localização e agregação. O modelo possui portas de Ethernet 10G e 100G integradas em um “form Factor”. Também, é movido pela terceira geração de processadores Quantum Flow da Cisco, um Circuito Integrado de Aplicação Específica (CIAE).
  • Catalyst 8300: desenvolvida para lidar com conectividade de borda em filiais, oferecendo acesso modular e também serviço da SD-WAN
  • Catalyst 8000V:  Pode ser instalado na nuvem ou virtualizado em uma plataforma como a série 5000 de Sistemas de Computação em Rede Empresarial (Enterprise Network Compute System – ENCS) da Cisco

Além disso, o Cisco Catalyst Cellular Gateway ajuda os clientes a instalar a WAN sem fio sem alterar a infraestrutura existente. A versão inicial suporta velocidade de 4G LTE Avançado e CAT 18, com versões 5G em breve.

As séries Cisco Catalyst 8300 e 8500 e Cisco Cellular Catalyst Gateways já estão disponíveis. A disponibilização do Cisco Catalyst 8000V está programada para dezembro de 2020. (Com assessoria de imprensa)

Article source: https://www.telesintese.com.br/cisco-lanca-plataforma-de-rede-wan/

Prefeitura do Rio abre turmas para o Programa CiberEducação da Cisco Brasil por meio das Naves do Conhecimento – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

Article source: https://prefeitura.rio/pessoa-com-deficiencia/prefeitura-do-rio-abre-turmas-para-o-programa-cibereducacao-da-cisco-brasil-por-meio-das-naves-do-conhecimento/

Na Cisco, black lives matter

George Floyd (foto) logo vai virar adjetivo. “Esta empresa é Floyd” vai significar algo como esta companhia-se-importa-com-igualdades. Após o assassinato de George Floyd (dia 25 de maio) por um policial branco da polícia de Minneapolis (EUA), o CEO da Cisco, Chuck Robbins, conversou com o presidente da Ford Foundation, Darren Walker, que é negro, e Bryan Stevenson, advogado e autor negro que fundou a Equal Justice Initiative. O encontro virtal aconteceu diante de 30 mil funcionários – globalmente são mais de 75 mil. A agenda de conversas sobre racismo continuaram na sequência do mês. Aí vieram os comentários… “Vidas negras não importam, todas as vidas são importantes”, escreveu um funcionário. A ele se juntaram vários outros. A resposta da Cisco? Fired! Demissão neles. O número de cortes não foi revelado, mas a empresa admitiu “vários”. A Cisco é Floyd.

(Nota publicada na edição 1181 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus “o besouro indestrutível”
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Article source: https://www.istoedinheiro.com.br/na-cisco-black-lives-matter/